Don Verdean: o Que o Passado nos Reserva

Jan 21, 2019 2 min.

Esta é uma comédia que pega pesado com as religiões protestantes dos EUA. A maneira com que ele faz isso é muito maldosa. Ela é… como posso dizer… sincera. Os religiosos nesse filme, podemos dizer com alguma segurança, seguem fielmente seus princípios. O engraçado no caso é que eles parecem tão ingênuos por fora que parece mentira. Tony Lazarus foi um homem que quase morreu em um acidente de carro com uma prostituta.

A Última Gargalhada

Jan 21, 2019 3 min.

A Última Gargalhada é daqueles exemplos de produção Netflix que não precisa existir no mundo. É sobre uma história sem tensão, sem motivação e sem paixão. Um conselho: viva sua vida no lugar de assistir esse filme; será capaz de sonhar mais do que acompanhar essa série televisiva de um episódio apenas de uma hora e meia. Se trata de uma história que lembra aquela do Bill Murray como agente de celebridades que vai parar na guerra (Rock em Cabul, que também é ruim), só que com gente mais velha ainda que Murray e sobre comediantes para a gente inserir aquelas piadas de internet… não sou eu que estou falando.

A Marcha dos Pinguins

Jan 20, 2019 2 min.

Um documentário sobre o pinguim imperador, que vive no polo sul e que possui um frágil mecanismo para se reproduzir, que requer o comprometimento do macho e da fêmea da relação. A diferença? O filme é narrado como uma historinha contada por uma dessas famílias de pinguins. O resultado é extremamente fofo por se tratar de criaturas adoráveis, e piegas, porque é uma produção francesa que adora poetizar as coisas com frases rasas que só impressionam garotas que querem ser impressionadas.

O Operário

Jan 20, 2019 3 min.

O Operário é daqueles filmes que apesar de ser um thriller caminha bem no drama, e isso funciona na primeira vez que você assiste, sem saber por que o personagem de Christian Bale não consegue dormir, quanto na segunda vez, quando você já pode se interessar em aspectos mais sutis do excelente roteiro. Esse duplo aproveitamento do filme funciona porque a personalidade que Bale nos entrega de Trevor Reznik é de uma pessoa que foi se tornando solitária naturalmente, talvez por conta da morte da mãe.

Como Treinar Seu Dragão 3

Jan 18, 2019 3 min.

Enquanto as animações quase sempre tentam se concentrar no poder de encantar e divertir seu público mais jovem através de piadas e caminhos fáceis de superação dos seus mini heróis, a saga Como Treinar Seu Dragão se arisca cada vez mais em flertar com a o rito de passagem do seu herói, Soluço, que caminha da puberdade para se tornar não apenas um adulto, mas o líder do povo que seu pai liderou.

Hi Score Girl

Jan 17, 2019 3 min.

Hi Score Girl apela para o saudosismo de velhos que vivenciaram todas as gerações dos games e fliperamas mais badalados da história, mas é ao mesmo tempo uma história de relacionamento entre um menino e uma garota. Isso provavelmente deve dar tilt. Ou não. Tendo um estilo que parece obviamente biográfico, acompanhamos a história de Haruo Yaguchi (Kohei Amasaki), um garoto que sempre vai mal na escola e não tem maiores habilidades, exceto ser sempre o primeiro nos fliperamas, onde praticamente vive após as aulas.

Vice

Jan 17, 2019 1 min.

“Vice” é um filme sobre um vice-presidente que pode mais que todos os seus antecessores, e pode mais até que os presidentes anteriores. Seu nome não é apenas sobre isso. Significa vício em inglês; vício pelo poder. Vício por controle. Por dinheiro. Por qualquer coisa que suba acima das cabeças de seres humanos medíocres e os faça manipular tudo e todos, matando alguns no processo, para conseguir seus objetivos, sejam eles quais forem.

Normandia Nua

Jan 15, 2019 1 min.

Normandia Nua é um filme não de humanos sobre humanos que convida o espectador a pensar nos problemas da vida real sob o prisma do que vimos na ficção: geralmente as questões difíceis nunca possuem um ou dois lados. Dessa forma temas atuais e recorrentes são utilizados vez ou outra, embora não possamos dizer, propriamente abordados: aquecimento global, economia globalizada, uso de pesticidas, crueldade animal, consequências das guerras em desavenças por gerações, a visão anti-imperialista e ao mesmo tempo pró-EUA ainda em debate na região, auto-sacrifício pelo bem-comum (um prefeito altruísta), a morte do analógico perante o digital.

Eu Sou Mais Eu

Jan 14, 2019 1 min.

Desenvolvendo essa história de reconexão com o passado da velha maneira clichê em que o protagonista tenta achar a fórmula mágica para conseguir voltar tudo ao normal, “Eu Sou Mais Eu” é competente do começo ao fim em não deixar a peteca dramática cair em momento algum, mantendo o filme sempre na fina camada de realismo em torno da situação fantástica. Por exemplo, a mudança de look de Camilla no colégio não é absurda o suficiente para jogarmos nossa suspensão de descrença no lixo, nem a esquisitice de seu amigo Cabelo (Côrtes) é grande o suficiente para que não percebamos que sua ambição artística mais alternativa é o que o torna assim.

Homem-Aranha no Aranhaverso

Jan 12, 2019 4 min.

Lá vamos nós de novo. Era uma vez um garoto… ou garota… que foi picadx por uma aranha… ou porco… e se transformou em uma japonesa de anime… ou um rapaz do Brooklin. Não, pera. Ah, você entendeu. “Spider-Man: Into the Spider-Verse” possui uma trama, mas ela se desdobra em diferentes pontos de vistas, diferentes origens com diferentes consequências. Como uma teia de aranha ou como o reflexo da ponte entre dois prédios onde vemos escrito “Vision” (visão) ou como as diferentes texturas, paleta de cores (e p&b), vozes e dimensões de seus personagens.