Rosas Selvagens

Oct 11, 2018 1 min.

Todos odeiam essa mulher cuja filha a repudia e o marido distante desconhece. Ela vive em uma verdadeira solitária cercada de pessoas estranhas, incluindo sua própria mãe. Se este é o grande problema do filme ele não parece entregar nada além do conformismo covarde e desnecessário. Uma telenovela sem paixão e sem diálogos.

Um Noir nos Balcãs

Oct 11, 2018 1 min.

Não é possível extrair significado de uma bagunça como Um Noir nos Balcãs que finge ser noir enquanto é apenas confuso. Não há história, ou ela é mera isca para apreciamos vídeos antigos de médicos promovendo marcas de cigarro ou imagens de bebês que piscam em alguns momentos. Um Clube da Luta sem imaginação nem propósito preparado artesanalmente em dois dias na Suécia e cinco na Sérvia. Não me admira que tenha sido feito tão rápido: não há roteiro enquanto o filme pisca para você.

O Criador de Universos

Oct 10, 2018 1 min.

O que podemos analisar em um filme que não nos entrega sobre o que ele se trata é como ele estragou a experiência, e o que podemos fazer para aproveitá-lo é entender o que saiu de errado. Eu aposto na falta de detalhes suficientes do pano de fundo onde a história se passa, a falta de cuidado em editar a narrativa principal para obter detalhes mais interessantes ou a falta de bom senso em fazer um filme como esse.

A Odisseia de Peter

Oct 10, 2018 1 min.

A Odisseia de Peter, estreia dos diretores Anna Kolchina e Alexey Kuzmin-Tarasov, é puro desejo. Peter, o garoto de 12 anos protagonista, não esboça nenhuma razão em suas ações, e não se pode culpar uma criança por não agir com disciplina, pois seus culpados em última análise são seus relapsos pais, que se preocupam com o filho, mas parecem incapazes de agir (não fica claro por quê). Pegando carona na recorrente história dos refugiados, o filme tenta universalizar a situação de quem deixa sua pátria mãe em busca do desconhecido.

Pedro e Inês

Oct 9, 2018 1 min.

Pecando pela perfeição extrema na narrativa, “Pedro e Inês” parece assim elevar o essencial: Pedro precisa de algo para viver, para ser completo. Esse alguém é Inês. Mas por analogia imagine que não fosse essa amada sem personalidade e apenas beleza. Ela poderia ser uma metáfora mais poderosa ainda, sobre o que cada ser humano deseja mais que tudo. E isso, segundo o filme pessimista, nunca lhe será dado pelas situações da época (ou pela natureza humana).

Juliet, Nua e Crua

Oct 9, 2018 4 min.

É curioso ver o ator de IT Crowd, Chris O’Dowd, fazendo um romance dramático, um pouco longe da série de humor onde é mais conhecido. Ele consegue estabelecer um personagem que para mim é a grande questão de “Juliet, Naked”: quando a emoção por algum motivo fala mais alto nosso senso crítico fica gravemente abalado. Veja seu personagem, Duncan. Ele teoricamente é um conhecedor de artes, dá aulas na cidadezinha local sobre filmes e séries relacionando os com clássicos gregos.

O Que Fazemos nas Sombras

Oct 7, 2018 2 min.

Taika Waititi é um diretor neo-zelandês. Ele uma fez fez um filme chamado Loucos por Nada, um indie onde estrelava o curioso ator Jemaine Clement. Sete anos depois os dois dirigem e estrelam este O Que Fazemos nas Sombras, que é uma versão mais longa de um trabalho homônimo feito em 2005. Então, vejam bem, esses cineastas estão empenhados em explorar as partes bizarras da existência humana, como seus mitos, em forma de mocumentário.

Djon Africa

Oct 7, 2018 1 min.

Djon Africa, dos documentaristas João Miller Guerra e Pedro Pinho, possui a enorme vantagem da pegada naturalista, quase um documentário, que dá autenticidade ao mesmo tempo que a fição é o pano de fundo dessa aventura além-mar. Os enquadramentos da dupla de diretores favorece o uso da paisagem como parte do que torna Djon uma figura da natureza. O personagem mesmo não importa, mas suas origens. E suas origens, como vamos aprendendo com o filme em sua segunda camada, não quer dizer apenas quem é seu pai, mas quem é seu povo, sua terra, sua língua, cultura e que remete até aos nossos descendentes mamíferos e répteis, cujos cérebros foram nosso primeiro modelo de realidade.

O Lobo de Wall Street

Oct 7, 2018 4 min.

Assistir um filme do Scorsese, mesmo que acabou de estrear, é ser convidado para os anos 70. O que eu quero dizer com isso é que sexo, drogas, violência e moral serão mostradas sem aquele filtro horrível que infantiliza a nossa época. Curiosamente, se há uma característica que os “heróis” de O Lobo de Wall Street carregam em comum é a imaturidade. Porém, uma maturidade animalesca, que faz jus ao personagem-título.

Uma Noite de 12 Anos

Oct 2, 2018 5 min.

Este é um filme tão necessário que parece que chega atrasado. Mas se formos pensar que nunca é bom fazer um filme sobre um presidente enquanto ele é presidente então chegaremos à conclusão que o timing, afinal de contas, não poderia ter sido melhor. José Mujica, ex-presidente do Uruguai, entrou e saiu do comando do país entre 2010 e 2015; o mesmo país onde foi preso e torturado, entre os anos 70 e 80.