Final Space

Sep 15, 2018 1 min.

Esta é uma série animada da Netflix que apresenta uma espécie anti-herói (embora bem infantil) e personagens que possuem a pretensão de estarem em uma super-aventura galáctica. Só que não. E por algum motivo, apesar de irreverente, lhe escapa esse sentido do humor: que quando você tira importância de alguns elementos da história, mas mantém outros, você não entendeu direito a ideia por trás do seu próprio projeto. Este desenho possui traços simples, feitos estilo flash, e situações ligeiramente engraçadas.

Limites

Sep 15, 2018 3 min.

Este é o típico filme fácil de classificar: road trip sobre família disfuncional com o peso de um drama intimista sobre relacionamentos e traumas do passado. Ele também é fácil de acompanhar, pois não há nada além que aconteça em sua história que nos fará olhá-lo de novo. Ele também é um dos piores filmes para se escrever a respeito, porque ele não é tão bom a ponto de ser digno de nota nem tão ruim a ponto de ser digno de pena.

Lista de Leituras

Sep 14, 2018 3 min.

Uma das regras de Neil Pasricha em seu famoso post 8 Ways to Read (a Lot) More Books This Year é to Make a public commitment. Bom, ter uma lista pública de filmes para ver (e resenhar) no meu próprio blogue parece ser uma versão razoável para manter o ritmo. No momento (desde setembro de 2016, na verdade) estou com o Projeto Hitchcock, que tem por objetivo assistir todos os filmes do cineasta que passou por décadas da história do cinema, e por fim (ou durante) ler sua entrevista com François Truffaut.

A Luta do Século

Aug 29, 2018 2 min.

A luta é do século. No caso, o século 21. Estamos diante de dois rivais clássicos da luta de boxe do nordeste brasileiro. Todo Duro e Holyfield são os ícones mais desconhecidos que já se teve história no esporte, e ao mesmo tempo possuem a rixa mais incompreensível. Regionalistas e com uma primeira luta com desfecho surpreendente, o desfecho dessa história é mais surpreendente ainda. Mas nem por isso o diretor/roteirista deste documentário Sérgio Machado (do fraco (Quincas Berro d’Água](/quincas-berro-dagua)) aproveitou a história deste dois boxeadores para traçar a obra do destino de maneira mais catártica.

Como é Cruel Viver Assim

Aug 28, 2018 2 min.

Um “pai de família” procura um emprego de taxista. E nem como taxista ele é aceito. Então ele caminha pela rua, observa os transeuntes em uma praça, e avista uma senhora idosa vendendo alguma coisa de aspecto sujo em uma forma levantada pelo seu único braço. O outro braço ela não tinha. Ele tem um insight, e decide que precisa fazer um sequestro para conseguir ter meios para viver. O filme de Julia Rezende baseado na peça de Fernando Ceylão (que assina o roteiro) não deixa de ser teatral, por ter muitas falas, embora os cenários e a movimentação estilo “câmera na mão” aliado a enquadramentos distorcidos daquelas pessoas tentem tornar a história mais dinâmica e mais caricata.

Ferrugem

Aug 27, 2018 1 min.

O novo filme de Aly Muritiba (Para Minha Amada Morta, A Gente) tem a ambição de tratar de um tema sensível, mas ele o faz de maneira tão sutil que sua mensagem se perde na tradução. O mais frustrante é que se trata de uma produção rica em detalhes, mas os detalhes estão soltos demais, nos fazendo ter que interpretar o mistério que cerca seus dois protagonistas em duas partes corretamente dissonantes, mas incorretamente enigmáticas.

The Photoplay

Aug 27, 2018 15 min.

The Photoplay, A Psychological Study, é considerado o primeiro livro que levou a sério a linguagem cinematográfica como uma nova forma de arte. Ele realiza duas manobras interessantíssimas para a época: retira a impressão que Cinema é apenas um teatro para as massas e eleva as fotos em movimento como uma nova forma de estética que atinge seu status de arte justamente por se destacar do mundo. Hugo Münsterberg foi mais conhecido na área de psicologia aplicada, tendo escrito dezenas de livros na área.

Animal Político

Aug 26, 2018 1 min.

Uma fábula talvez densa demais, mas que por isso incita o espectador médio a pensar. O conceito do título (animal político) vem de milhares de anos atrás, de um filósofo grego chamado Aristóteles e de um livro chamado Política. Bom, já deu pra perceber que a história vem de longe; e essa discussão está longe de acabar. Este é o meu tipo de filme favorito para recomendar para que as pessoas assistam com amigos e conversem a respeito.

Nico, 1988

Aug 24, 2018 1 min.

“Nico, 1988” abre uma janela sobre os últimos anos da artista Christa Päffgen (aka Nico), a ex-vocalista da influente banda Velvet Underground. O estilo niilista consciente de Nico é encarnado pela excelente Trine Dyrholm (A Comunidade), onde até as músicas são interpretadas por ela (de maneira a harmonizar com as cenas onde ela são cantadas). A insistência da diretora/roteirista Susanna Nicchiarelli em enxergar a situação da banda de maneira realista se torna uma mensagem triste e ao mesmo tempo necessária.

Histórias que Nosso Cinema (Não) Contava

Aug 23, 2018 1 min.

Se você se lembra das pornochanchadas é bem capaz que irá gostar muito desse filme. Ele dá uma nova cor ao tema, e a própria bagunça que o filme faz com diferentes histórias e personagens acaba se tornando mais um exemplo digno do que é Brasil, esse caos que sob os olhos de qualquer outro povo soa como um caos imoral e completamente delicioso. Não há outra forma de ver nosso povo e nossa história.