O Satânico Dr. No

Depois de assistir e vibrar com o último 007, um dos melhores filmes do ano, nada como abrir minha coleção James Bond e iniciar minha revisão de toda a filmografia desse personagem que parece nunca cair em desuso. O primeiro filme é o 007 Contra o Satânico Dr. No ou, do original, simplesmente Dr. No.

Desde o início conseguimos pescar diversos detalhes que já fariam parte do imaginário do agente secreto. Sean Connery é o primeiro a proferir a célebre frase “My name is Bond… James Bond”. A abertura, embora não tenha canção-tema, tem o surgimento da trilha sonora original e lembrada por gerações. O uso descartável das futuramente chamadas Bond Girls é mais exagerado ainda, em uma época onde mulheres desacompanhadas ainda eram mal vistas e representavam mulheres fáceis, especialmente em um cassino (Eunice Gayson) ou numa praia, quando vemos a cena clássica de Ursula Andress saindo das águas do mar.

Interessante notar que diversos outros aspectos marginais se mantém ou foram resgatados novamente em Skyfall, como o uso do nome Moneypenny para a sua ajudante (pelo menos na versão brasileira), que no filme com Sean Connery era a secretária de M. (Bernard Lee), interpretada por Lois Maxwell, e que em Skyfall é interpretado pela beleza contemporânea de Naomie Harris.

O que não está na versão contemporânea de 007 é o charme, a postura e a elegância de Sean Connery no papel. O mesmo realismo visto no personagem vivido por Daniel Craig existe, embora não com a mesma textura, na interpretação de Sir Connery. E o vilão-título, vivido por Joseph Wiseman, possui os trejeitos que marcaram os vilões da série, mas sem o tom exagerado de Javier Bardem. O mistério e o suspense é mantido do início ao fim. Existem cenas de ação moderadas e com os efeitos da época, mas envelheceram bem, com exceção da perseguição de carro e o velho uso da projeção da estrada ao fundo do carro em estúdio. No entanto, se é possível até hoje ver clássicos de Hitchcock sem reclamar desse artifício, também é possível entender que, como filme de espionagem, Dr. No continua atual e interessante.

★★★★☆ Wanderley Caloni, 2012-11-10 imdb