A Vida Privada dos Hipopótamos

Apr 19, 2015

Imagens

Esse é um filme difícil de determinar se é um documentário, um documentário ficcional, ou simplesmente um mockumentary sem piadas. Os diretores Maíra Bühler e Matias Mariani estavam interessados em realizar outro trabalho que explora a vida de presidiários detidos fora dos seus países de origem, mas encontraram a história de amor entre o americano Chris e a colombiana “V” e resolveram se fixar na mesma fixação que Chris nutriu pela garota pelos anos que viajava pela Colômbia, desde que se interessou em ver os hipopótamos que o traficante Pablo Escobar deixou incidentalmente em seu país como “legado” de seu império.

Na visão dos seus amigos, Chris é um Pinóquio encarnado. Na visão de Chris, ele é alguém que não consegue ter uma vida pacata de escritório. Na visão do filme, ele mostra o testemunho do presidiário (detido em São Paulo durante suas gravações), uma montagem magnífica do conteúdo do computador que este usava no hotel que ficou hospedado nos EUA, e o veredicto dos espectadores. A nós cabe julgar um caso de amor obsessivo em torno de uma mulher enigmática que pode estar jogando com o coração do protagonista, ou pode nunca na realidade ter existido. Tudo o que sabemos está na cabeça e no disco rígido de Chris.

Mas é a forma com que acompanhamos as “investigações”, ou a criação da ficção na vida real, que tornam A Vida Privada dos Hipopótamos digno de nota.

Wanderley Caloni, 2015-04-19. A Vida Privada dos Hipopótamos. A vida privada dos hipopótamos (Brazil, 2014). Dirigido por Maíra Bühler, Matias Mariani. Escrito por Maíra Bühler, Matias Mariani. IMDB. Texto completo próximo ou após a estreia no CinemAqui.