A Vida Secreta de Walter Mitty

Uma história batida, com um ator (e diretor) batido, mas com um argumento instigante e um desenvolvimento que fascina desde o começo: a revista Life (“vida”) está no seu fim físico, e um dos fotógrafos mais conceituados envia sua obra-prima para o revelador de películas, que faz isso há uns 15 anos, ou seja, revelar as fotos dos lugares e pessoas mais exóticas. Curiosamente, Walter Mitty (Ben Stiller) nunca viajou para qualquer lugar que mereça ser citado em seu perfil online do eHarmony, onde tenta enviar uma “piscada” para sua colega de trabalho (de vista) Cheryl (Kristen Wiig, linda). Coincidentemente, o negativo da foto é perdido, e o único que sabe seu paradeiro está, como sempre, em uma viagem exótica pela Groenlândia, Islândia e o Selvagem Afeganistão.

Walter Mitty, que vive no mundo da lua imaginando situações impossíveis onde ele é o herói (quem nunca?), começa a se livrar das amarras de sua imaginação e passa a ser a ação que tanto imaginou. Em parte pela foto e seu profissionalismo, e em parte porque quer impressionar a garota. O que o conduz à aventura nunca é forçado. Seu vai-e-vem pode fazer o filme perder ritmo em alguns momentos, mas sua trama é bem construída e suas cenas road movie epicamente realizadas. É um “Comer, Rezar. Amar” que funcion. Trilha sonora e fotografia dão as mãos em busca do tema da revista (algo relacionado com buscar o contato com o outro através da exploração do mundo através das paredes). A razão de aspecto larga favorece a experiência. E é uma experiência e tanto.

★★★★☆ Wanderley Caloni, 2013-12-26 imdb