Além da Ilusão

2017/04/21

Além da Ilusão é uma tentativa longa e não exatamente fascinante de juntar diferentes aspectos históricos – cinema, segunda guerra, mediunidade antes da internet – com o pretexto de certa forma referenciar tanto o cinema e sua capacidade fotográfica de arquivar/eternizar o passado, e até certo ponto parece fazer uma analogia com as estrelas (cuja luz que nos vem sempre é passado). Agora, se existem outras estrelas envolvidas – o título original do longa é Planetário – fica difícil de saber, já que os objetivos dos três personagens principais envolvidos nunca ficam claros o suficiente. Me parece até que o filme flerta com o bibliográfico sem ter nenhuma história minimanente interessante para contar. Um dos personagens, da indústria cinematográfica, de fato é baseado em uma pessoa real, mas as duas irmãs médiuns, interpretadas por Natalie Portman e Lily-Rose Depp (ilha de Johnny Depp), são uma incógnita hermética. Bonito de se ver, difícil de interpretar, fácil de esquecer.

★★★☆☆ Título original: Planetarium. País de origem: France. Ano 2016. Direção: Rebecca Zlotowski. Roteiro: Rebecca Zlotowski. Robin Campillo. Elenco: Natalie Portman (Laura Barlow). Lily-Rose Depp (Kate Barlow). Emmanuel Salinger (André Korben). Amira Casar (Eva Saïd). Pierre Salvadori (André Servier). Louis Garrel (Fernand Prouvé). David Bennent (Juncker). Damien Chapelle (Louis). Jerzy Rogulski (Professeur Ulé). Edição: Julien Lacheray. Fotografia: Georges Lechaptois. Trilha Sonora: Robin Coudert. Duração: 105. Razão de aspecto: 2.35 : 1. Gênero: Drama. Tags: cabine

Share on: Facebook | Twitter | Google