As Aventuras Do Capitao Cueca O Filme

2017/10/21

As Aventuras do Capitão Cueca prova que no Cinema, dado qualquer conceito, ele pode ser explorado e se tornar um ótimo filme. Mesmo que este conceito envolva duas crianças criativas e zoeras que falam com o espectador, pregam todas as peças da escola e criem um super-herói em seus quadrinhos que não usa uma cueca por cima das calças, mas apenas a cueca.

Dirigido por David Soren, que já tinha feito o subestimado Turbo, Capitão Cueca é um trabalho adaptado pelo roteirista Nicholas Stoller (Cegonhas), mas cuja origem vem do autor de epic novels Dav Pilkey. Pilkey, diagnosticado com Transtorno de Déficit de Atenção e dislexia, é dono de uma mente tão atribulada quanto criativa. Seu personagem de cueca aparece em vários de seus trabalhos e é um best seller.

A transição disso vai para uma história em que dois garotos, George (Kevin Hart) e Harold (Thomas Middleditch), amigos inseparáveis, vivem pregando peças na escola, parando na sala do diretor e criando histórias mirabolantes. Uma dela é do Capitão Cueca, cuja origem traz bastante referência de Super-Homem. Exceto que quando chega na Terra o garoto é criado por um casal de golfinhos fazendeiros. Golfinhos é um tema recorrente nos desenhos dos garotos, e uma das inúmeras eficientes piadas recorrentes do longa.

Como aquela em que para despistar a secretária da escola eles ligam dizendo que ela ganhou um prêmio bilionário de uma rádio e a coloca em espera. Pelo filme inteiro. E isso ainda é usado como gancho para uma outra aventura. Isso não é menos do que genial.

E genial aqui não é uma palavra exagerada se tivermos em conta que estou falando das duas mentes dessas crianças. Elas falam com o espectador, quebrando a quarta parede, dando dicas de por que os acontecimentos no filme seguem uma sequência, e até desenhando momentos muito caros para serem produzidos (ou momentos muito lindos que merecem uma segunda arte, como arte com meias!). Conseguindo unir diversos elementos em torno da mesma história de maneira fluida e criativa, o roteiro de Nicholas Stoller captura a sagacidade e ingenuidade da mente de uma criança no mesmo nível. Não há exageros de nenhum dos lados, e esta é uma aventura 100% segura para qualquer criança acompanhar. Não há sequer ironia ou sarcasmo além do que uma criança consegue entender.

E ao mesmo tempo temos a direção de David Soren, que além de compor várias inspiradas músicas para o filme consegue replicar a fluidez do roteiro no filme, com transições extremamente elegantes entre os quadrinhos, a “vida real”, as memórias dos dois garotos e muitos outros elementos. Sua câmera giratória não é gratuita, e até uma divisão de tela é apropriada, e recebe uma das melhores sacadas do longa envolvendo uma privada e um encontro inesperado no banheiro. Parece não haver nada de fora ou sobrando neste filme.

Tudo isso só funciona se o espectador se convencer do universo onde o filme se passa. E graças a uma direção de arte competente, empenhadíssima em utilizar a física dos cartoons em um 3D verossímil, o mundo de Capitão Cueca é cheio de referências aos quadrinhos e permite que o espectador navegue neste mundo sem parecer que os elementos são jogados aleatoriamente. Claro que não há muitas regras a serem seguidas, mas quando elas são quebradas, são pelos motivos certos: é assim que uma mente de criança construiria essa sequência.

Menos engraçado do que fofinho, Capitão Cueca é um conjunto que possui um pouco de tudo na medida certa. Seu jeito inocente e até inconsequente de contar uma história cativa por fugir de um mundo cinza, que parece ter abandonado a inocência poderosa da nossa imaginação onde super-poderes ainda existem, vilões possuem seus motivos além de fazer maldades, e onde o bullying não é visto como algo negativo, mas problematizado na medida certa.

Aguardo ansioso pelo próximo volume dessa aventura.

★★★★★ Captain Underpants: The First Epic Movie. USA, 2017. Direction: David Soren. Script: Nicholas Stoller. Dav Pilkey. David Soren. Cast: Kevin Hart (George). Ed Helms (Captain Underpants / Mr. Krupp). Nick Kroll (Professor Poopypants). Thomas Middleditch (Harold). Jordan Peele (Melvin). Kristen Schaal (Edith). DeeDee Rescher (Ms. Ribble). Brian Posehn (Mr. Rected). David Soren (Tommy). Edition: Matt Landon. Soundtrack: Theodore Shapiro. Runtime: 89. Ratio: 1.85 : 1. Gender: Animation. Release: 12 October 2017. Category: movies Tags: paulocoelho

Share on: Facebook | Twitter | Google