As Virgens Suicidas

Wanderley Caloni, March 31, 2019

O primeiro filme de Sofia Coppola, produzido pelo pai, ninguém menos que Francis Ford Coppola, é o debut de uma filhinha de papai que vai melhorando o estilo a cada novo filme, explorando a sofrida vida dos ricos, mas que nesse começa prepotente demais para um dramazinho adolescente cujo drama em si nunca é visto.

A história é exagerada, fala sobre cinco irmãs lindas de um casal conservador em uma época mais conservadora ainda. O começo é um frescor de narrativa, nostálgica e evocativa, mas quando chega o baile da escola não temos certeza se Coppola está zoando com nossa cara ou era para levar a sério. O problema aí é que a personagem de Kirsten Dunst, assim como todas as garotas, se resumem em olhares e bocas. Quase não há diálogo. A frase mais prepotente anuncia um vazio imenso: “você nunca foi uma garota de 13 anos”. OK, e como que é?

Este é um filme que apela para o mistério feminino, já assumindo que isso existe como um fato incontestável. A narração e o ponto de vista é de garotos extasiados pela beleza de suas vizinhas. Nunca é possível entender essa história muito a fundo, exceto se você considerar que por eu ser homem nunca irei compreender o universo das garotas adolescentes, mas as meninas, sim, possuem a chave para o código morse de seus corações.

Todo o glamour da produção pode ser visto em uma fotografia de época e uma bela trilha sonora. Danny DeVitto faz uma ponta tão pequena que começo a pensar que este filme era para ser o clube da Luluzinha, mas como Luluzinha não tem nada interessante para falar, olhe nos olhos dessas garotas. Não são lindas?

Este é um preparativo da diretora/roteirista para filmes mais ambiciosos na narrativa, como Encontros e Desencontros, Bling Ring e tantos outros que realmente captam o universo fútil, opressivo e niilista dos ricos e famosos. Mas antes mesmo disso ela já ganha prêmios por Virgens Suicidas (Cannes). Sabe como é, por ser filha do Coppola e por ser mulher. Entenda isso como os prêmios de hoje em dia para os negros.

Imagens e créditos no IMDB.
As Virgens Suicidas ● The Virgin Suicides. EUA, 1999. Dirigido por Sofia Coppola. Escrito por Sofia adaptado do livro de Jeffrey Eugenides. Com Kirsten Dunst, Josh Hartnett, James Woods. ● Nota: 3/5. Categoria: movies. Publicado em 2019-03-31. Texto escrito por Wanderley Caloni.


Quer comentar ou corrigir?