Bem Vindos Ao Mundo

2017/10/22

Kristen Wiig é uma mestre da comédia física. Aqui ela faz uma protagonista bipolar que ganha na loteria e escala rapidamente seu distorcido mundo em uma versão com muito dinheiro. É possível dar boas risadas de sua performance, que consegue não apenas convencer, mas deixar uma pulga atrás da orelha: esta é uma comédia ou um drama?

E é justament essa pulga que diminui os resultados do filme do diretor Shira Piven, que através do roteiro de Eliot Laurence realiza um filme de humor negro que nos faz a todo momento buscar alguma moral nisso tudo. Qual a bússola moral ao vermos a personagem de Wiig se humilhando em público e demonstrando seu egocentrismo exarcebado e todos os seus tramas da infância e adolescência, se sabemos que ela já possui sérios problemas psicológicos?

A pegada do filme é fazer-nos crer que essa história é possível de acontecer, quando um estúdio de televisão em apuros aceita o cheque milionário de Wiig, que, morando em um cassino, não parece ter nenhum outro objetivo na vida senão uma versão egocêntrica de Oprah para se exibir. O problema é que um programa ao vivo não seria uma necessidade, ou aparentemente não há motivos para tal, o que torna suas premissas fracas demais para comprarmos a ideia.

Ainda assim, as ideias bizarras de programas consegue entreter por mais tempo do que normalmente deveria graças à performance física de Wiig. Ela possui expressões que ainda precisam ser estudadas, e movimentos de mão com uma falta de sincronismo simplesmente hilária. O filme é dela, e ela é o grande trunfo. Todo o resto é de morno a pior.

★★★☆☆ Welcome to Me. USA, 2014. Direction: Shira Piven. Script: Eliot Laurence. Cast: Kristen Wiig (Alice Klieg). Wes Bentley (Gabe Ruskin). Linda Cardellini (Gina Selway). Joan Cusack (Dawn Hurley). Loretta Devine (Barb Vaughn). Jennifer Jason Leigh (Deb Moseley). Thomas Mann (Rainer Ybarra). James Marsden (Rich Ruskin). Tim Robbins (Dr. Daryl Moffet). Edition: Josh Salzberg. Kevin Tent. Cinematography: Eric Alan Edwards. Soundtrack: David Robbins. Runtime: 87. Ratio: 1.85 : 1. Gender: Comedy. Category: movies Tags: netflix

Share on: Facebook | Twitter | Google