Best of Enemies

Feb 17, 2016

Imagens

Curioso este filme ser tão recente, e sintomático também. Se Best of Enemies começa na ascenção de uma política conservadora e autoritária nos EUA, bem no meio de choques causados por segregação racial e pela guerra no Vietnã, a profecia do liberal Gore Vidal do “declínio do império” não poderia ser mais presente hoje em dia. O que ele não esperava é que esse declínio seria causado justamente pela esquerda que tanto defendia.

Dirigido e escrito por Robert Gordon e Morgan Neville, este documentário tem por objetivo explorar a rivalidade histórica entre o conservador William F. Buckley e o liberal Gore Vidal (e quando falamos “liberal”, entenda o liberal americano, ou seja, socialista, de esquerda). Para isso o filme usa como tema central o debate em 10 episódios que a rede de televisão ABC encomendou na época do encontro republicano em Miami, em 1968.

O clima épico com que os comentaristas que são entrevistados pelo filme parece anunciar algo grandioso. O que vemos, porém, são momentos do debate entre os dois argumentadores tirados fora de contexto, em uma edição que nunca consegue de fato montar uma sequência só que contenha algum traço do brilhantismo de qualquer um dos dois lados.

Mais sintomático, porém, é notar uma certa tendência em posicionar os estereótipos de ambos. Dessa forma, Vidal é o mais compreensivo e mais intelectual, enquanto Buckley aparece diante de seus comentaristas como um bufão ignorante estilo George W. Bush. Dessa forma, nenhum dos dois ganha a simpatia do público, não importando sua suposta genialidade.

Além disso, o clima montado em torno dos debates é fantasioso demais. Se há algo de útil no filme é apenas resgatar uma dinâmica que hoje, na era da internet, não existe mais. É uma mensagem nostálgica dos bons debates – que não chegamos a ver – e de como a visão política pode mudar de tempos em tempos. Basta citar um fato novo e ouviremos os velhos argumentos em roupagem nova.

Wanderley Caloni, 2016-02-17. Best of Enemies. Best of Enemies (USA, 2015). Dirigido por Robert Gordon, Morgan Neville. Escrito por Robert Gordon, Morgan Neville. Com Paul Newman, Kelsey Grammer, John Lithgow, Gore Vidal, Arthur Miller, Dick Cavett, Walter Cronkite, Christopher Hitchens, Noam Chomsky. IMDB.