Capitão Phillips

Este é um filme tenso. Bem tenso. Ele começa já tenso. Daí ele caminha para algo mais tenso ainda. O realismo do filme de Paul Greengrass (O Ultimato Bourne) remete diretamente à história real que ocorreu com o real Capitão Phillips. Tom Hanks está em um papel ingrato para ele, mas ainda assim faz muito e bonito. Ele é um capitão carismático, que tenta salvar sua tripulação de piratas somalianos que abordam seu navio. Ele tenta negociar de todo jeito, e alguns momentos, quando o longa começa a perder um pouco o ritmo, ele é retomado novamente graças às expressões, à forma de agir e de falar do personagem capturado por Hanks. E apenas isso já é digno de assisti-lo.

Mas além disso há aí um filme didático de como funciona quando um crime é cometido em águas internacionais. Toda a mobilização da marinha americana é vista por todos os ângulos. Vemos SEALs embarcando em uma missão a jato, vemos pesquisas sobre os piratas sendo feitas em tempo real para conseguir alguma vantagem estratégica. Vemos a maneira sagaz que Phillips consegue passar informações para seus salvadores mesmo não podendo fazer absolutamente nada.

Este não e um filme que utiliza mecanismos no roteiro onde o sequestrado vai aos poucos ganhando alguma confiança de algum de seus sequestradores e aos poucos consegue uma chance de escapar. O roteiro de Billy Ray auxiliado pelo relato em livro do próprio Richard Phillips e o escritor Stephan Talty prefere se manter sóbrio para não perder o fio da realidade que nos acompanha do começo ao fim. É um fio tênue, que parece que pode se partir às vezes, mas isso nunca acontece graças às idas e vindas do drama e da tensão crescentes.

Vencidos pelo cansaço, espectadores desse filme com certeza sairão mais tensos do que chegaram. E isso porque as câmeras de Greengrass não pararam por nenhum minuto, e os cortes frenéticos do editor Christopher Rouse consegue capturar a ação sem nunca deixá-la morna. Está sempre fervendo, e o tempo parece passar cada vez mais rápido. Um trabalho correto do começo ao fim com ótimas atuações.

★★★★☆ Wanderley Caloni, 2018-01-11 imdb