Category: Blog

Mini-Entrevista com Olaf Kraemer, diretor de 5 Mulheres

Oct 25, 2016 2 min.

A sessão de ontem no Frei Caneca de 5 Mulheres estava mais ou menos lotado, o que foi uma surpresa (positiva). O thriller dirigido por Olaf Kraemer desaponta em muitos sentidos, incluindo o fato de ser confuso. Após a sessão, ele mesmo aparece para um pequeno debate de cinco perguntas (aqueles da mostra, que duram menos de 5 minutos, só pra tirar foto e sair vazado). O tradutor/entrevistador teve a consciência de avisar o público antes do filme começar, e o diretor nos avisou que haveria um curta exclusivo de festivais antes, que iria se relacionar com o longa depois.

Mini-Debate com diretor de O Que Restou da Minha Vida

Oct 21, 2016 2 min.

Depois da sessão de hoje do alemão O Que Restou da Minha Vida, candidato à Competição Novos Diretores, adentrou no Cine Caixa Belas Artes Sala 1 o diretor Jens Wischnewski para uma rápida sessão de perguntas. Logo no começo também chega meio apressada a atriz principal do filme, Luise Heyer. As perguntas foram improvisadas pelo (infelizmente) pequeno público, mas foi respondido com muita simpatia (para um alemão) por Wischnewski. Segue as que eu lembro de cabeça:

Crítica: Comercial Friboi - A certeza do churrasco perfeito

Oct 16, 2016 4 min.

Em tempos de regravações de westerns como Sete Homens e um Destino, a Friboi aposta no gênero e já parte em seu último comercial, “A certeza do churrasco perfeito”, inovando com o conceito já inovador há pelo menos uma década de “câmera lenta com partículas em suspensão” introduzido por Guy Ritchie (Sherlock Holmes, 2009). Aqui o churrasco é visto através daquela trilha sonora afiada, fogos gerados por computação e, claro, close na destreza e precisão do mestre churrasqueiro.

O Destino de Miguel

Sep 11, 2016 1 min.

Graças às leis de propriedade intelectual não temos muitas produções desse tipo, mas felizmente temos algumas. E essa, produzida de forma profissional por grandes nomes da dramaturgia brasileira, realiza um curta-metragem mais que necessário como extra de DVD do filme Shakespeare Apaixonado, aquele hollywoodiano que ganhou Oscar porque… porque… bom, porque não é dublado como O Destino de Miguel. A história é conhecida por todos que possuem internet há mais de 10 anos.

Os 10 melhores filmes dos anos 90... 1890!

Sep 11, 2016 3 min.

Esta é uma ótima seleção feita pelo saite A.V. Club, que contém para variar vários trabalhos do genial Georges Méliès, além também dos trabalhos mais técnicos de Thomas Edison. É preciso lembrar que a sétima arte estava apenas engatinhando. 1 “Workers Leaving The Lumière Factory In Lyon” (1895) Um primeiro exemplo do cotidiano, que não quer dizer nada em particular, mas que já documenta uma rotina da época, e hoje é um dos melhores exemplos dos curtas iniciais do cinema.

200 Grandes Diretores

Sep 5, 2016 37 min.

Pessoas geralmente gostam de se divertir vendo filmes com seus atores favoritos. Geralmente são os que conseguem trazer o riso, a lágrima e performances que conseguem fazê-los se esquecer por um momento da vida real e viver um sonho que é um filme. No entanto, poucos estão habituados à ideia de que o roteirista e o diretor são em grande parte responsáveis pelos efeitos que o elenco consegue reproduzir. Muitos são fãs de um filme X e gostariam de assistir filmes semelhantes, seja pela temática ou pela sensação que o filme traz.

Livro: Darkly Dreaming Dexter

Aug 24, 2016 2 min.

O primeiro livro de Jeff Lindsay, que deu origem à série de livros do serial killer que mata serial killers (além da própria série televisiva de oito temporadas), é um relato intimista e bem-humorado de uma pessoa que não consegue se ajustar socialmente, então finge ser alguém que não é. Curto, mas suficiente, dá uma boa ideia sobre como é esse personagem tão fascinante, em um esboço criado a partir de seus próprios pensamentos.

O Jardim das Palavras

Aug 6, 2016 2 min.

Makoto Shinkai tem um apuro visual muito interessante. Adentrando em uma megalópole para narrar este conto intimista entre uma professora e um aluno, ele consegue encontrar os quadros perfeitos para animar e dar a sensação, através do som, de estarmos de fato experimentando um dia-a-dia naquela cidade movimentada que contém em seus dias de chuva um refúgio secreto entre duas pessoas. É nos galhos dobrados de uma árvore, que parecem ao sabor do vento rasparem na água do lago, ou em um pássaro que sobrevoa em volta de um arranha-céu, ou até mesmo no movimento de um pé que brinca com seu sapato, que O Jardim das Palavras recebe um tratamento especial.

Ninfomaníaca Vols 1 e 2

Jun 6, 2016 2 min.

Um estudo de personagem puro. A revisão de ambos os filmes, estreando agora na Netflix brasileira, revela que não há de fato uma história amarrada, onde uma coisa leva a outra. A única coisa que move Joe são as coincidências e as variações de sua libido. A curiosidade do filme é mais sobre esse universo, e menos sobre suas memórias. Dessa forma, Lars Von Trier escancara isso para o público transformando o filme em uma alegoria que permite reflexões e analogias nunca antes tentadas de maneira tão lúdica quando se fala de apetite sexual e comportamento humano.

Livro: Como Ver Um Filme

May 14, 2016 4 min.

O livro de Ana Maia Bahiana é cativante do começo ao fim. Ele dá dicas sem frescuras e para o cinéfilo amador – aquela pessoa que adora ver filmes, mas não sabe muito sobre sua criação nem como escolher um filme ou apurar seu gosto – e ao mesmo tempo evita a todo custo soar pedante, crítica ou pior: erudita. Muito pelo contrário: o conteúdo é informativo e atinge das camadas mais básicas (como funciona a indústria de Hollywood) até as mais controversas (o que é gênero?