Christiane Amanpour: Sex and Love Around the World

| Wanderley Caloni

December 16, 2018

Esta é uma série movida por um sentimento. O sentimento de superioridade do Ocidente, de suas liberdades e sua forma de enxergar o mundo. Todo o resto está errado, está oprimindo e está sendo comandado pelo patriarcado. Exceto os muçulmanos, claro. Eles são bonzinhos.

A host Christiane Amanpour (que desconheço, e fico feliz com isso) nos apresenta como é o sexo em diferentes partes do mundo. No Japão, por exemplo, ela se escandaliza pelo fato de existir casamentos onde não há sexo (duh) e uma esposa ter um namorado para satisfazê-la. E aparentemente todos os casais retratados no episódio, tradicionais ou mais moderninhos, são felizes à sua maneira.

Quem não está feliz de jeito nenhum é Amanpour.

O direito de se escandalizar com o diferente dos EUA está embutido em todo americano de classe média. Já vimos o melhor exemplo em “Borat”, o filme onde Sasha Baron Cohen desmistifica diante de um grupo de intelectualóides americanos como funciona a visão de superioridade dos valores estadunidenses em relação aos povos primitivos do Leste Europeu. Aqui há uma pontinha de análise histórica da moralidade sexual de um povo com um forte julgamento na forma de apresentar este mundo ao espectador.

A mesma coisa acontece no episódio sobre a Índia, mais especificamente em sua grande cidade, Delhi. Amanpour convida ocidentais vivendo na Índia para falar sobre o papel da mulher – e é hilário ver a opinião de quem é de fora sobre locais – porque ela tem dificuldade de encontrar abertura a críticas do povo local. Acha pessoas que praticam variantes sexuais como BDSM e amantes novos e ingênuos que são perseguidos pelas autoridades por descumprirem as leis locais de matrimônio, que envolve casta e casamento arranjado.

Imbuído de preconceitos inversos a respeito de como o ser humano pode se realizar através de relacionamentos, “Sex Around the World” é apenas propaganda esquerdista da pior qualidade. Eles já foram muito melhores. Já foram quase sexy um dia.

Imagens e créditos no IMDB.

Christiane Amanpour: Sex and Love Around the World. EUA, 2018. Com Christiane Amanpour e seus preconceitos feministas..