Cirque du Freak O Aprendiz de Vampiro

Wanderley Caloni, June 20, 2011

Darren (Massoglia) é um garoto estilo certinho, mas é amigo do problemático Steve (Hutcherson). Ambos acabam indo a um circo de horrores e lá conhecem um homem misterioso, Lasten Crepsley (Reilly), que se revela um vampiro secular. Após uma série de eventos, como o título já denuncia, Darren será obrigado a deixar sua vida normal e se tornar seu assistente. Porém, para complicar as coisas, ele irá descobrir que existem algumas escolhas a ser feitas no mundo dos vampiros.

Existem boas ideias em Cirque du Freak, e uma delas é inserir no ambiente de criaturas peculiares de um circo de horrores a figura do vampiro que, se existisse em nosso mundo, seria igualmente visto como uma aberração a ser evitada.

Matando a curiosidade do espectador em cinco minutos de projeção, somos apresentados, durante o espetáculo do circo, a uma sucessão de aberrações que rapidamente passam pelo palco. Se elas impressionam pelos efeitos, o mesmo não se pode dizer da criatividade em sua concepção, pois elas em quase nada acrescentam à história, mostrando em seu lugar que o que existe por trás das cortinas termina por cair no espaço comum de uma subtrama que em nada acrescenta à já esgotada literatura (e cinegrafia) sobre vampiros ou criaturas afins.

Escrito em parceria com o diretor, o texto de Brian Helgeland (Sobre Meninos e Lobos, Teoria da Conspiração) mantém a ação para se focar no absurdo da situação para Darren, que aqui faz o papel de nós mesmos, aprendendo aos poucos como é, de fato, um vampiro “da vida real”, sendo constantemente cortado em suas pré-concepções pelos comentários sarcásticos e impacientes de seu mestre Larten Crepsley (Reilly, ironicamente divertido).

Para driblar as muitas falas e situações do roteiro, Weitz cria inúmeras transições que vão repassando as cenas em uma velocidade que nos impede de perceber, de imediato, o absurdo de toda aquela trama, aplicando muitas vezes a mudança de ângulo e tremidas na câmera aumentando ainda mais a desorientação. Se isso parece funcionar durante todo o desenvolvimento da história, o mesmo não se pode dizer da conclusão, que não percebe que ouvir os personagens criados naquele universo termina por nos jogar na mesma velocidade em um desfecho ao mesmo tempo previsível e irritante.

O que é uma pena, pois mesmo com atores tão talentosos quanto Reilly e Hutcherson caímos no lugar comum sem nenhum aviso, criando a desgostosa sensação de auto-sabotagem em uma história no mínimo curiosa, mas que, em seu máximo, se parece com um castelo de cartas.

Imagens e créditos no IMDB.
Cirque du Freak O Aprendiz de Vampiro ● Cirque du Freak O Aprendiz de Vampiro. Cirque du Freak: The Vampire's Assistant (USA, 2009). Dirigido por Paul Weitz. Escrito por Paul Weitz, Brian Helgeland, Darren Shan. Com John C. Reilly, Josh Hutcherson, Chris Massoglia, Jessica Carlson, Michael Cerveris, Ray Stevenson, Patrick Fugit, Morgan Saylor, Don McManus. ● Nota: 3/5. Categoria: movies. Publicado em 2011-06-20. Texto escrito por Wanderley Caloni.


Quer comentar?