De Quem é a Cinta Liga?

Essa é uma comédia argentina co-dirigida por Fito Páez (Vidas Privadas) — que também assina o roteiro — e pela estreante María Cecilia López. Ambos estão sintonizados em um projeto que tenta de todas as formas chamar a atenção, não importante que para isso seja sacrificado o bom senso e, o que é pior, o humor de sua história.

Uma história, aliás, nada ruim. Protagonizado por um trio feminino que parece ter nascido de uma cópia mal formada de Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos, as vidas de Julieta (Julieta Cardinali), Leo (Leonora Balcarce) e sua psicanalista (Fabiana Cantilo) começam a se fundir no momento que Leo descobre estar sendo traída por Julieta, sua melhor amiga, com seu namorado, o cantor metido a fotógrafo Gonzalo (Gonzalo Aloras). As filmagens de Gonzalo servem de pano de fundo de uma história que, iniciando no presente, retorna ao passado através das fitas gravadas.

O que preocupa no filme é essa referência mal feita pelo Cinema. Uma direção invasiva que mistura colagens de Almodóvar com Tarantino com um enredo de Woody Allen. Quando entra em cena um risível Don Corleone já não duvidamos de mais nada. Em vez de engrandecer o filme, as referências nem são engraçadas como paródia, nem estão inseridas na história como algo que faça parte de fato da trama. É jogando essa trivia nas entrelinhas de um roteiro que vai se entortando cada vez mais. No final, uma sensação de caos permanente. Não há nada que junte os pedaços, nem mesmo a tal cinta liga do título.

★★☆☆☆ Wanderley Caloni, 2012-09-30 imdb