Domingo

Nov 1, 2018

Imagens

Os diretores estiveram à frente da tela antes do início da última projeção da Mostra para falar sobre a ironia que ocorre neste momento. Eles dizem que naquela época muitos temiam uma ditadura comunista e eram obviamente motivo de piada pelo resto da população. Agora “eles” (imagino que a esquerda) se sentem da mesma maneira, sendo alvos de escárnio por temerem um movimento de extrema direita vinda da vitória de Jair Bolsonaro na presidência. O diretor, Fellipe Barbosa, captou com perfeição a ironia. Mas ao terminar sua introdução ao filme, ao manter um semblante e um tom sério demais para a ocasião, parece ter falhado miseravelmente em entender o sarcasmo. E isso, pessoalmente, eu acho muito mais revelador que a belíssima ficção que eles desenvolveram.

Wanderley Caloni, 2018-11-01. Domingo (Brasil, França, 2018), escrito por Lucas Paraizo, dirigido por Fellipe Barbosa, Clara Linhart, com Ismael Caneppele, Augusto Madeira, Camila Morgado, Ítala Nandi, Martha Nowill, Silvana Silvia, Chay Suede, Clemente Viscaino e Michael Wahrmann. Política, sociedade, história, família. #mostrasp IMDB. Texto completo próximo ou após a estreia no CinemAqui (Source).