Family Guy

Depois de mais de 10 anos de sucesso, o sempre interessante Seth MacFarlane (Ted) insiste em piadas sobre eventos passados dos seus personagens, brincadeiras metalinguísticas e regionalismos durante quase todo o tempo. Talvez essa seja a eterna questão da série que já acumula treze temporadas e continua se auto-reciclando em altos e baixos.

O fato de apelar para sexo, violência explícita e dark comedy apenas enfatiza a “escassez” desse material em programas live-action, fruto de uma auto-censura crônica da sociedade estadunidense, apesar de nunca explorar esses temas de maneira verdadeiramente libertária como South Park. Mesmo assim, sua grande vantagem reside exatamente nesse jogo de aproximação e distanciamento do live action, onde nos identificamos com programas do gênero conduzidos com atores de carne-e-osso para depois convenientemente subvertê-los.

★★★★☆ Wanderley Caloni, 2015-07-28 imdb