Favela Olimpica

2017/10/24

Favela Olímpica é o documentário mais didático que você vai encontrar que explique, ainda que inconscientemente, como o conceito de “espaço público” é não apenas inútil, como fonte de praticamente todos os conflitos existentes hoje em dia na humanidade. E é didático porque usa um singelo exemplo: a destruição sistemática de uma vila ao lado da construção de um evento esportivo. O motivo? Especulação imobiliária, idiota!

Sendo uma espécie de Cabra Marcado pra Morrer para crianças, ou até Aquarius versão documental, o filme de Samuel Chalard explica do início ao fim o processo de desmantelamento de uma vila que surgiu espontaneamente em torno de um antigo autódromo e ali permaneceu pacificamente, até que uma ação iniciada pela prefeitura do Rio de Janeiro tendo a desculpa das Olimpíadas na cidade, e por trás a espoliação velada de grandes corporadoras imobiliárias, começa a negociar e aos poucos afirmar sobre o que é o Estado: uma gangue que utiliza, em última instância, a violência para tomar o que eles consideram ser de direito.

Mas por falar em direito, muito se fala em direito nesse filme, e é preciso colocar os pingos nos is. A Constituição defende a propriedade das pessoas, mas desde que atenda sua “função social”. Você sabe o que é “função social”? Não? Ninguém sabe. É o juiz, comprado por X ou Y, que irá decidir se a função social de um evento esportivo é maior que o direito de propriedade dos moradores originais e legítimos de terrenos e casas.

★★★★★ Favela Olímpica. Switzerland, 2017. Direction: Samuel Chalard. Edition: Karine Sudan. Cinematography: Patrick Tresch. Runtime: 93. Ratio: 1.78 : 1. Gender: Documentary. Category: movies Tags: cabine mostrasp

Share on: Facebook | Twitter | Google