Frank

As bandas de música cada vez mais se medem pela quantidade de seu público online: pessoas que baixam seus singles, seguem nas redes sociais, compartilham e curtem. Porém, nem toda banda tem ou precisa de um público. São coisas independentes. Mas é claro que essa não é a opinião do jovem Jon (Domhnall Gleeson), que luta para ter a inspiração de um grande compositor e durante o processo já tem uma conta no Twitter onde compartilha sua evolução como se já fosse um pop-star.

Forças do destino o fazem virar o tecladista de uma banda extremamente underground em que seu maior expoente é Frank (Michael Fassbender), um sujeito que tem um trauma que o faz usar uma cabeça gigantesca. Jon se junta ao grupo durante a confecção de seu álbum e aos poucos ganha a confiança de Frank a ponto de influenciar nas decisões de negócio da banda, algo que irrita obviamente todos os seus membros.

A questão que o filme coloca é se o sucesso é algo definido pelas massas ou é algo já presente em qualquer empreitada bem-sucedida para os envolvidos (como a criação do já citado álbum). No entanto, sem apresentar corretamente os envolvidos, o filme fica na metade do caminho em sua história, apenas tocando a superfície de um conceito fascinante. O que é uma pena, pois Michael Fassbender tem uma performance fenomenal mesmo com seu rosto completamente coberto.

★★★☆☆ Wanderley Caloni, 2015-01-04 imdb