Hilda Hilst Pede Contato

Jul 20, 2018

Este filme é uma oportunidade perfeita para demonstrar a irrelevância intelectual do espiritismo. Amada por tudo e por todos, seus amigos falam mais de uma vez a facilidade com que a aclamada autora Hilda Hilst transitava e conversava com pessoas e obras das mais humildes às mais eruditas. Explorando a amizade com físicos teóricos e bebendo de filósofos metafísicos como Kierkegaard, fica fácil entender porque a totalidade dos seus amigos lembram uma elite brasileira no formato classe média “esclarecida”, intelectualizada, que come macarrão e bebe vinho até dormir, e vai nos seus sonhos ter seus delírios de poder. Enquanto isso, não vejo em nenhum deles a figura do humilde, do simples, deixando claro que a autora, embora transitadas por inúmeros níveis de esclarecimento, nunca criou nenhum laço mais duradouro do que o tempo para criar mais uma bela história sobre a lenda do bom humilde.

“Não sei o que há, mas há principalmente o elogio fácil. Seria ótimo que os críticos falassem a verdade.” Hilda Hilst.

Wanderley Caloni, 2018-07-20. Hilda Hilst Pede Contato (Brasil, 2018), escrito e digirido por Gabriela Greeb, com Luciana Domschke, Hilda Hilst, Lygia Fagundes Telles, Fernando Lemos e outros amigos de Hilst. Texto completo próximo ou após a estreia no CinemAqui.