Um Inferno

Inferno cresce bem, como qualquer trabalho de terror/suspense bem executado. O que fortalece o primeiro trabalho do diretor Tim Fehlbaum como trama, porém, é o uso sem ressalvas de um dos seus personagens mais importantes: o sol.

Acompanhamos a peregrinação de duas irmãs e um rapaz dentro de um carro completamente vedado através de um cenário que lembra um deserto, mas que possui estradas, florestas e postos de gasolina. Descobrimos que acontecimentos ainda não entendidos fizeram a temperatura na Terra chegar a níveis que matou boa parte da população por queimaduras e sede. Em um habitat agora seco, árido e sem leis, a busca por água é mandatória.

O uso de uma fotografia que prioriza em absoluto a luz incandescente vinda do sol e que consegue oscilar para um escuro débil de noite é a chave para que sintamos o mesmo que seus personagens. O sentimento de urgência de início é representado por uma câmera inquieta cheia de zooms, que felizmente é interrompida quando o grupo é abordado por um bando de homens que por algum motivo vem capturando os aventureiros por aquelas bandas, que geralmente chegam sedentos e debilitados. O esclarecimento dos mistérios é feito sem pressa e com uma cadência que cria tensão pelas complicações crescentes que prenunciam um terror completo. Os personagens, diferente de suspenses medíocres, não são estúpidos, nem as soluções para os conflitos vem de maneira fácil e mágica. Cada novo passo em direção ao terror possui suas complicações, que se desencadeiam em direção a uma perseguição climática das mais estonteantes, mais uma vez protagonizado pelo sol.

O jogo de cenas é rápido o suficiente para que as pistas-recompensas surjam naturalmente, o que é um ponto forte para a conclusão, que não soa forçada. De uma maneira completamente inusitada, cria uma rima sutil com a animação Padak, do coreano também estreante Lee Dae Hee, que igualmente brinca com a busca pela liberdade de um grupo. Pode ser uma tendência contemporânea ou é a vida pregando na arte a sua ironia.

★★★★☆ Wanderley Caloni, 2012-10-25. Um Inferno. Hell (Germany, 2011). Dirigido por Tim Fehlbaum. Escrito por Tim Fehlbaum, Oliver Kahl, Thomas Wöbke. Com Hannah Herzsprung, Lars Eidinger, Stipe Erceg, Lisa Vicari, Angela Winkler, Yoann Blanc, Christoph Gaugler, Lilo Baur, Marco Calamandrei. imdb