Inquietos

Wanderley Caloni, November 29, 2011

História de amor de dois jovens que se conhecem em um memorial. Ela, logo se descobre, possui câncer e tem três meses de vida. Ele, tem um amigo imaginário que logo descobrimos ser um fantasma. Ela adora Darwin e estudar sobre pássaros marinhos. Ele, adora ela, e coisas simples da vida. Aos poucos, os detalhes da história vão se cruzando. Diálogos vão enriquecendo com isso, e ganhando significados duplos, mais profundos. Gus van Sant (e Jason Lew, estreante) não revela tudo de uma vez: prefere que degustemos os detalhes enquanto conhecemos Hiroshi (Ryo Kase), Annabela (Mia Wasikowska) e Enoq (Henry Hopper, também estreante). Nos tornamos íntimos dessas pessoas, suas histórias. Aprendemos a respeitar os limites de cada um, e assim aprendemos nossos próprios limites nessa vida. Agradecemos por ela, cantando ao acordarmos cada manhã, mesmo que ela esteja pintada por uma palheta descolorida, desde que tenhamos doces coloridos e apetitosos para depois (embalados em uma luz mais quente e agradável). E nos sentimos gratos por mais tempo, nem que usemos esse tempo para coisas mais simples, como jogar pedras em trens ou só sair pra conversar.

Ou, quem sabe, tocar um pouco de xilofone.

Imagens e créditos no IMDB.
Inquietos ● Inquietos. Restless (USA, 2011). Dirigido por Gus Van Sant. Escrito por Jason Lew. Com Henry Hopper, Mia Wasikowska, Ryô Kase, Schuyler Fisk, Lusia Strus, Jane Adams, Paul Parson, Thomas Lauderdale, Christopher D. Harder. ● Nota: 4/5. Categoria: movies. Publicado em 2011-11-29. Texto escrito por Wanderley Caloni.


Quer comentar?