Jogos Famintos

Das paródias, talvez seja um dos poucos que segue boa parte do roteiro, ou pelo menos da história, original. Sendo assim, se torna um filme até que simpático, pois pega carona em uma boa narrativa (a do original), além de nostalgicamente remeter aos bons momentos do primeiro filme da franquia baseada em livros.

Com defeitos especiais que são risíveis em um primeiro momento, depois fica fácil se acostumar, embora quase nenhum deles funcione, pois são mal feitos e duram muito tempo na tela, diferente de vídeos semelhantes na internet (entre eles o ótimo Kung Fury). Os pontos positivos diferentes do conteúdo original ficam todos por conta de como é deturpada a visão já no estilo paródia de uma história que tenta criticar programas televisivos no estilo reality show. Aqui toda a trama é revelada e analisada direto no texto, e onde se perde sutileza se ganha em comédia gráfica e escrachada, como nos momentos que o jogo é paralisado para os comentaristas observarem uma cena – como a morte pelos testículos, um ponto alto – ou durante a hilária pausa do primeiro tempo.

A atuação da menina principal (Maiara Walsh, igualmente linda) é uma cópia ambulante de feições de Jennifer Lawrence, o que não deixa de ser curioso nos momentos que JenLaw não protagonizou em Jogos Vorazes. O uso de tantos figurantes quase que impressiona, já que sabemos que está é uma produção de baixo orçamento.

Por fim, Jogos Famintos é uma prova que reality shows realmente chamam a atenção do público e podem render momentos curiosos e interessantes, mesmo que tudo não passe de uma farsa de uma farsa, e que no final tenhamos que suportar o velho clichê das cenas erradas. Até aqui isso funciona razoavelmente bem.

★★★☆☆ Wanderley Caloni, 2015-11-18 imdb