Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1

Jogos Vorazes é uma série de filmes que brinca com o conceito das aparências e como ela é muito mais importante atualmente do que como as coisas são. É dessa forma que os participantes de um reality show preferem abrir mão de suas personalidades para construir uma que garanta a vitória por parecer ser alguém que os possíveis fãs se identifiquem. É dessa forma também que o consumismo desenfreado leva as pessoas a comprar items puramente estéticos, como roupas de marca, maquiagem e operações no corpo. E, por fim, é dessa forma que governos populistas ganham a confiança e o respeito de milhões, preferindo gastar uma parcela irrisória do dinheiro delas mesmas em programas sociais como Bolsa Família, do que atacar o mal pela raiz (como diminuindo impostos para as camadas mais pobres, por exemplo).

Nesse sentido, Jogos Vorazes se apresenta não apenas como uma crítica ao marketing ou mídia, mas como uma simples constatação que ele existe, é forte e poderoso. E no caso dessa continuação, com o péssimo título nacional Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1, ele é inclusive utilizado como ferramenta de guerra, usando a figura de Katniss (Jennifer Lawrence) para unir os distritos e incentivá-los a lutar contra a Capital. Da mesma forma, a Capital se utiliza de Peeta (Josh Hutcherson) e coloca na boca dele palavras sensatas para dissuadir a população. Mais fascinante que isso é observar as conversas da presidente da oposição, Alma Coin (Julianne Moore mais uma vez esse ano) e Plutarch (Philip Seymour Hoffman, infelizmente em um dos últimos filmes gravados antes de sua morte). A estratégia deles é como usar o povo como massa de manobra. É para uma boa causa? Sim, com certeza. Mas quantas pessoas morrerão no lugar deles por essa boa causa?

De forma quase inédita, o filme de Francis Lawrence resolve mostrar de fato pessoas morrendo para arriscar uma vida melhor para os sobreviventes. Ele não suaviza além do necessário, e consegue transformar completamente o tom de uma narrativa que desde o primeiro filme se criava nos bastidores. Aqui as cenas de ação existentes são arrebatadoras justamente porque há um movimento nos bastidores fascinante de acompanhar.

Com um ou outro momentos piegas (como a velha sequência da porta fechando e alguém indo salvar um animal), Jogos Vorazes: A Esperança Parte 1 consegue se sair melhor ainda que seus antecessores, pois adiciona peso dramático às escolhas de seus personagens, em especial Katniss e Presidente Alma Coin.

★★★★★ Wanderley Caloni, 2015-04-19. Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1. The Hunger Games: Mockingjay - Part 1 (USA, 2014). Dirigido por Francis Lawrence. Escrito por Peter Craig, Danny Strong, Suzanne Collins, Suzanne Collins. Com Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Woody Harrelson, Donald Sutherland, Philip Seymour Hoffman, Julianne Moore, Willow Shields, Sam Claflin. imdb