Matrix

Wanderley Caloni, December 20, 2011

Animes, quadrinhos, Kung-Fu, filosofia, tecnologia: Que filme conseguiria compor, de forma inquestionável, esses universos tão grandiosos quanto diferentes entre si?

Dirigido pelos Irmãos Wachowski (V de Vingança, Speed Racer), o filme contém uma história com elementos nada criativos, mas que possuem algo em comum: faziam parte do universo da época (fazem?), onde computadores e internet começavam a dominar o mundo, e a diferença entre mundo real e mundo virtual começava a aparecer na vida das pessoas.

Se fosse exibido hoje, ainda seria visto como a identificação da nossa era. Já conhecido e aglutinado ao universo de onde as ideias vieram, hoje é visto como um clássico, uma visão que estava à frente do seu tempo, e nos acompanhou até hoje. Seria uma nostalgia dos tempos ainda ingênuos, quando ainda estávamos engatinhando no conceito de vida virtual.

E se parece exagero, uma prova maior de sua influência são as referências internas do filme, que tentam homenagear os universos de onde foi inspirado, e que acabam por fim referenciando o próprio universo criado, misturando-se com a evolução dos mundos onde foi inspirado.

Na época do lançamento nada se sabia, nem se cogitava sobre o enredo. Algum tempo depois, podia-se ouvir burburinhos reverenciando a obra como tão cult quanto Blade Runner foi em seu tempo. Hoje esse burburinho é fato, e não há muitas controvérsias quando analisamos uma obra de arte que se identifica tanto com sua era, com seu momento.

Antigamente, a fotografia verde representava dentro da matrix, enquanto azul representada o lado de fora: o mundo real. Note os elementos verdes predominantes em cada cena (batente de portas, gravatas, detalhes específicos para tornar a coloração mais esverdeada) ou azul, no caso do mundo real (vestimentas da tripulação, maquinário, luzes azuis). Se digo antigamente, é porque, tal como Traffic ganhou maturidade em 21 Gramas, com as histórias paralelas sendo representadas, por fim, em uma só cor, dado que o público evoluiu em seus conceitos de narrativa cinematografia, também podemos dizer o mesmo dos mundos real x virtual, onde já não se diferencia mais onde estamos, tamanha a conexão crescente com a rede mundial, com celulares, smartphones e gadgets em geral que possibilitam a uma pessoa estar em vários lugares ao mesmo tempo (virtuais ou não).

Cada vez que entramos a fundo, hoje, na análise de Matrix, são tantas as analogias nas telas com o mundo real (e virtual) que chega a ser uma paródia ou referência do mesmo universo que homenageia. A forma como é demonstrado como o conhecimento instantâneo é adquirido pelo cérebro para o uso prático no mundo virtual, ou a forma como são carregados novos programas, de maneira instantânea.

Imagens e créditos no IMDB.
Matrix ● Matrix. The Matrix (USA, 1999). Dirigido por Andy Wachowski, Lana Wachowski. Escrito por Andy Wachowski, Lana Wachowski. Com Keanu Reeves, Laurence Fishburne, Carrie-Anne Moss, Hugo Weaving, Gloria Foster, Joe Pantoliano, Marcus Chong, Julian Arahanga, Matt Doran. ● Nota: 5/5. Categoria: movies. Publicado em 2011-12-20. Texto escrito por Wanderley Caloni.


Quer comentar?