Minha Vida Dava um Filme

Kristen Wiig, distante de A Vida Secreta de Walter Mitty e próxima de Missão Madrinha de Casamento, protagoniza essa comédia em que faz o papel de Imogene, uma escritora fracassada que é literalmente obrigada a voltar a morar pelas próximas 72 horas com a sua mãe e família após ter maquiado seu suicídio. O fato da carta de despedida de Imogene ter sido tão bem escrita é o que consegue unir seu passado de potencial glorioso e o seu eminente fracasso.

Com sacadas que funcionam quase todo o tempo pelo timing tão realista quanto cômico de Imogene, o roteiro sobrevive com a ajuda de aparelhos em meio a tantos detalhes e reviravoltas irrelevantes para a evolução da personagem, além de ser um filme visivelmente afetado pela ambiguidade de gêneros. Só isso para explicar porque as tragédias na vida da escritora se transformam de gags para outra coisa que não nos faz rir nem chorar, sem sabermos se aquela personagem já possui tridimensionalidade o suficiente para chorarmos por ela, ou ainda é um ser caricato digno de pena.

★★★☆☆ Wanderley Caloni, 2014-01-18 imdb