No Calor da Noite

Feb 8, 2016

Imagens

Esse é um filme que expõe o racismo como nenhum outro. O personagem de Sidney Poitier aguarda o trem na estação da pequena cidade de Sparta para visitar sua mãe. Naquela mesma noite um figurão da cidade é assassinado. Um policial, um dos caipiras da cidade, encontra Portier sentado em um banco, e para ele o crime já está resolvido: único negro encontrado aquela noite, só ele poderia ser o culpado de um crime tão brutal.

Dirigido por Norman Jewison, que já foi indicado a sete Oscar e não ganhou nenhum (apesar de “No Calor…” ter ganhado cinco, incluindo de melhor filme), o filme explora diferentes situações em que os moradores e a força policial da região têm que interagir com Virgil Tibbs (Portier), e o fato dele ser negro é um grande empecilho, já que com isso eles lhe negam o respeito (chamando-o pelo nome, mesmo já sabendo que ele também é um policial) e se sentem ofendidos muitas vezes apenas por Tibbs se encontrar no mesmo recinto. O melhor momento do longa é uma visita ao “dono” da cidade, que ainda mantém uma plantação de algodão com vários negros (como funcionários), conversa animadamente sobre Orquídeas com Portier, mas acha normal esbofetear a cara de um negro se este lhe faltar com o respeito.

O filme é fácil de entender, e tem um “appealing” emocional e uma história simples que o tornaram fácil indicação para Oscar. No entanto, por trás do filme censura livre se encontra hoje um exemplar único, que felizmente, será visto com repulsa pela maioria de seus espectadores atuais (na época já foi polêmico, mas hoje talvez fosse inconcebível). Sua trilha sonora é cantada por Ray Charles. Deu ao ator Rod Steiger o Oscar de ator principal, e deixou Portier injustamente fora do páreo. Talvez a polêmica da época não fosse tão descabida assim…

Wanderley Caloni, 2016-02-08. No Calor da Noite. In the Heat of the Night (USA, 1967). Dirigido por Norman Jewison. Escrito por Stirling Silliphant, John Ball. Com Sidney Poitier, Rod Steiger, Warren Oates, Lee Grant, Larry Gates, James Patterson, William Schallert, Beah Richards, Peter Whitney. IMDB.