O Cheiro do Ralo

May 31, 2014

Imagens

O Cheiro do Ralo fala sobre trocas, ou melhor dizendo, sobre o valor das coisas. Coisas podem se resumir em objetos que possuíam ou não valor sentimental para as pessoas que a oferecem ao Sr. Lourenço (Selton Mello), para receber em troca o dinheiro que, pelo menos naquele momento, é mais valioso que o objeto em si.

A função do Sr. Lourenço é, obviamente, pagar o mínimo possível para obter o máximo de lucro. Essa rotina o fez virar um verdadeiro monstro materialista, pois seu poder (dinheiro) aliado à sua necessária habilidade em menosprezar os objetos ofertados e as pessoas que os ofertam. A bunda da garçonete no bar onde passa para almoçar é a coisa mais valiosa para ele. Nem o almoço é tão valioso, é acessório. Isso e coisas que representam bens intangíveis que ele nunca terá, como um olho, que para ele representa o pai.

Seu maior medo é que as pessoas confundam o cheiro que vem de um ralo defeituoso com seu próprio cheiro. Tendo virado um ser abjeto, não há dúvidas sobre o porquê de tanta preocupação. Seu Lourenço não é ninguém mais do que seu dinheiro e seu poder de barganha por objetos. Seu noivado foi supervalorizado, mas ele resolveu reprecificá-lo, confessando que não gosta da noiva. Confessando que não gosta de ninguém. Ele pode se dar ao luxo de ser sincero, mas nós não temos como saber se ele está na verdade o sendo, pois pode ser tudo um jogo de barganha.

Elevando o filme ao patamar filosófico a cada vez mais objetificar cada traço de sua existência em seu escritório amplo e empoeirado, a direção e roteiro de Heitor Dhalia deixa claro que Selton Mello representa tudo que há de ruim no materialismo, sendo que esse tudo nada mais é do que menosprezar o intangível. Mas será verdadeiro que os sentimentos não têm preço? A maior virtude do filme é nos fazer questionar o valor até das coisas mais abstratas, e pensar se, no fim das contas, não estamos a todo momento tentando barganhar um pedacinho de vida aqui e ali, para que no final, morramos no lucro.

Wanderley Caloni, 2014-05-31. O Cheiro do Ralo. O Cheiro do Ralo (Brazil, 2006). Dirigido por Heitor Dhalia. Escrito por Marçal Aquino, Heitor Dhalia, Lourenço Mutarelli. Com Selton Mello, Paula Braun, Paulo Alves, Susana Alves, Roberto Audio, Flavio Bauraqui, Boi, Alice Braga, Calico. IMDB.