O Destino de Miguel

Graças às leis de propriedade intelectual não temos muitas produções desse tipo, mas felizmente temos algumas. E essa, produzida de forma profissional por grandes nomes da dramaturgia brasileira, realiza um curta-metragem mais que necessário como extra de DVD do filme Shakespeare Apaixonado, aquele hollywoodiano que ganhou Oscar porque… porque… bom, porque não é dublado como O Destino de Miguel.

A história é conhecida por todos que possuem internet há mais de 10 anos. Miguel nasceu como um garoto bem-dotado e que é viciado em comer cus em sua cidadezinha. Seu último objetivo é comer o cu do governador, ou do filho dele. Não fica muito claro na narrativa, que é coesa, mas meio perdida.

Porém, estamos falando de uma redublagem, e é feito um verdadeiro milagre para inserir diálogos que fizessem sentido em todas as cenas. A dublagem de atores profissionais como Lázaro Ramos, Wagner Moura, Bruno Garcia e Caetano Veloso (bom, nada é perfeito) e a participação mais que especial de Sydney Magal, o resultado é muito melhor do que poderíamos imaginar de um filme só de zoeira. Há momentos que a história começa até a fazer sentido, mas pelo menos as risadas são constantes.

★★☆☆☆ Wanderley Caloni, 2016-09-11