O Jantar

Aug 9, 2017

Imagens

O professor de História Paul Lohman é uma figura que merece ser estudada. Interpretada flertando com o caricato, mas aos poucos revelando o meticuloso cuidado na confecção desta criatura chave de uma nação, Steve Coogan encarna aqui seu personagem mais dramático, digno de prêmios para todos os lados. Richard Gere é um nome de luxo, e ainda que empreste sua persona de bom rapaz para um político que vai se revelando uma alma caridosa (e justa) aos poucos, ele e todos o elenco empalidece frente à loucura sadia de Lohman. O sujeito não tem limites, e aparentemente nem o diretor/roteirista Oren Moverman, que conduz esta trama com a água fervendo em fogo alto. Apesar de ligeiramente inseguro do impacto a ser causado, insistindo em nomear as diferentes discussões com momentos de um jantar refinado, Moverman acertadamente entrega sua histórias nas mãos – ou deveria dizer na mente – de Paul Lohman. E o resultado é fantástico. Delineando como uma família com problemas acumulados explode, o acontecimento que os une é mais sério do que Deus da Carnificina, e isso serve como fio condutor durante todo o trajeto para uma análise ácida sobre a política e a sociedade norte-americana atual. Pelo menos isto é o que gostaria o nosso amigo, já imortalizado aqui, Paul Lohman.

Wanderley Caloni, 2017-08-09. O Jantar. The Dinner (USA, 2017). Dirigido por Oren Moverman. Escrito por Oren Moverman, Herman Koch. Com Michael Chernus (Dylan Heinz), Taylor Rae Almonte (Kamryn Velez), Steve Coogan (Paul Lohman), Charlie Plummer (Michael Lohman), Seamus Davey-Fitzpatrick (Rick Lohman), Miles J. Harvey (Beau Lohman), Laura Hajek (Anna), Laura Linney (Claire Lohman), Richard Gere (Stan Lohman). IMDB. Texto completo próximo ou após a estreia no CinemAqui (Source).