O Maravilhoso Agora

Uma romance para ser realista ele tem que ser um drama. E para ser um drama ele tem que levar em conta a personalidade de seus personagens e levar isso até as últimas consequências. As últimas consequências para o herói de “The Spectactular Now” são trágicas, mas são reais. O que vimos de fato no final do filme é uma traição aos princípios desse personagem (que nunca mudaram) e, consequentemente, uma traição ao espectador que esteve lá por duas horas.

Tirando essa particularidade espúria de um roteiro que parece ter tido seu final encomendado – e mal executado, por conter guinadas rápidas e inesperadas demais – o filme se sai maravilhosamente bem em explorar esse casal de jovens e os outros que o orbitam. A relação do garoto com sua ex é o trampolim para uma saída aconchambrada de alguém que não quer ficar sozinho, mas que desperta o melhor em outra menina, a esquecida Aimee.

A partir de um encontro natural, com diálogos naturais e uma evolução natural, o filme voa baixo, com os pés firmes no chão, mas não deixa de realizar uma crítica inerte sobre os conceitos de vencer e perder da sociedade americana, ou como o futuro se apresenta como uma bigorna pronta a destruir boa parte do que foi construído em sonhos e desejos da fase da puberdade.

Ao mesmo tempo, faz uma crítica mais ácida ao uso do álcool, enxergando nas proibições legais de consumo aos jovens como uma oportunidade de mostrar como tudo aquilo é falso e está mais elencado ao caráter da pessoa – e seus pais – do que uma lei idiota. E agora que vivemos aqui no Brasil um processo semelhante, com os dizeres da proibição obrigatórios onde se venda algo com álcool, é um momento oportuno para investigar o que isso significa na vida real.

Esse é mais um filme que apresenta os “adoráveis” Miles Teller e Shailene Woodley, que participaram, respectivamente, de suas versões mais intensas em Whiplash e A Culpa é das Estrelas. Possui um Bob Ordenkik em começo de carreira, ou ainda com um papel pequeníssimo que não lembra em nada sua participação em Better Call Saul ou Breaking Bad, exceto o fato de compararmos como ele está jovem.

A vida não é fácil para os que decidem enxergá-la como ela é.

★★★☆☆ Wanderley Caloni, 2016-04-13 imdb