O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus

Terry Gilliam é um diretor competente em ilustrar o surreal, como no excelente “Os 12 Macacos” e no bom “Os Irmãos Grimm”. Porém, em O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus não há história que suporte o uso do fundo verde para narrar as diferentes visões das pessoas que adentram o mundo imag… bom, vocês já sabem.

É uma história sobre um homem que ganhou uma aposta com o diabo e portanto ganhou a imortalidade. Já com mais de 1000 anos, porém, considera que perdeu, já que ser imortal já não tem tanta graça. Contudo, continua apostando com o diabo (Tom Waits), o que pode lhe fazer perder sua filha, a jovem Valentina (a voluptuosa Lily Cole). Concomitantemente há o encontro com o misterioso Tony (Heath Ledger, em seu último trabalho lançado), e mais alguns poucos detalhes a mais.

O resto é uma série de efeitos visuais que funcionam moderadamente bem, embora lembrem da nossa geração digital e não tenha desculpas para isso (como no megaestilizado Sucker Punch). Não algo que empolgue muito, a não ser que você esteja interessado em vídeo-clipes surreais.

★★☆☆☆ Wanderley Caloni, 2014-03-22 imdb