O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus

Terry Gilliam é um diretor competente em ilustrar o surreal, como no excelente “Os 12 Macacos” e no bom “Os Irmãos Grimm”. Porém, em O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus não há história que suporte o uso do fundo verde para narrar as diferentes visões das pessoas que adentram o mundo imag… bom, vocês já sabem.

É uma história sobre um homem que ganhou uma aposta com o diabo e portanto ganhou a imortalidade. Já com mais de 1000 anos, porém, considera que perdeu, já que ser imortal já não tem tanta graça. Contudo, continua apostando com o diabo (Tom Waits), o que pode lhe fazer perder sua filha, a jovem Valentina (a voluptuosa Lily Cole). Concomitantemente há o encontro com o misterioso Tony (Heath Ledger, em seu último trabalho lançado), e mais alguns poucos detalhes a mais.

O resto é uma série de efeitos visuais que funcionam moderadamente bem, embora lembrem da nossa geração digital e não tenha desculpas para isso (como no megaestilizado Sucker Punch). Não algo que empolgue muito, a não ser que você esteja interessado em vídeo-clipes surreais.

★★☆☆☆ Wanderley Caloni, 2014-03-22. O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus. The Imaginarium of Doctor Parnassus (UK, 2009). Dirigido por Terry Gilliam. Escrito por Terry Gilliam, Charles McKeown. Com Andrew Garfield, Christopher Plummer, Richard Riddell, Katie Lyons, Richard Shanks, Lily Cole, Verne Troyer, Bruce Crawford, Johnny Harris. imdb