Os Excêntricos Tenenbaums

Dec 5, 2015

Imagens

Esse é um filme sobre família desajustada, feito ainda em uma época onde filmes sobre famílias desajustadas ainda instigavam o interesse do público Tênis Verde. Até porque, geralmente, essas histórias eram perfeitas para produções independentes de baixo orçamento. Dessa premissa saíram pérolas como Pequena Miss Sunshine, alguns anos depois.

No entanto, uma produção dirigida por Wes Anderson pode ter a vantagem de conseguir alocar atores extremamente conhecidos como Bill Murray, Gene Hackman, Angelica Huston e seus amigos do colégio, Luke e Owen Wilson (irmãos), e Ben Stiller, amigo deste último. Para chamar ainda mais a atenção, o personagem que observa toda aquela loucura (Danny Glover) e a estrelinha de Hollywood, Gwyneth Paltrow, que apesar de costumeiramente não fazer nenhuma diferença, é a chave central de um triângulo amoroso muito estranho.

A história é atípica não pelas personalidades de seus personagens, mas pela simetria com que os acontecimentos que giram em torno de suas personas criam figuras dramáticas que irão chamar a atenção justamente por terem nascido do imaginário do quase sempre bibliográfico Anderson (cujo divórcio dos pais quando criança é descrito por ele como o acontecimento mais trágico para ele e seus irmãos, ainda jovens). Dessa forma, os três filhos de um casamento que termina se tornam prodígios em áreas distintas, mas por um motivo ou outro, mudam completamente de rumo. Para entendermos o que aconteceu, é necessário acompanhar todas as interações que ocorrem depois que o pai de família (Hackman) retorna 17 anos depois, dizendo que está prestes a morrer, reunindo no processo todos os familiares em torno do hotel onde vive desde que se separou.

Com uma direção de arte única com cores lúdicas e belíssimas estampadas nos detalhes do cenários, nas paredes e nos próprios personagens, Os Excêntricos Tenenbaums é um trabalho primoroso visualmente falando, e mesmo assim não nos deixa perder os detalhes de atuações extremamente afiadas. Flertando com o bizarro e surreal, no fundo é um trabalho mais poético, regado com uma trilha sonora charmosa que lembra uma outra época mais inocente e grandiosa, ainda que com um pouco de pó.

Se perdendo apenas nos infinitos detalhes dessas pessoas que ficam soltos nos diálogos por onde passam, boa parte do material é aproveitado para fechar o ciclo que se abre, onde podemos dizer que o filme consegue criar um tom harmonioso afinal de contas, forçado um pouco, mas não em demasiado. Perto do que aquelas pessoas representam em tons artísticos, qualquer conclusão a respeito deles teria que ter um ou outro elemento fantástico.

Wanderley Caloni, 2015-12-05. Os Excêntricos Tenenbaums. The Royal Tenenbaums (USA, 2001). Dirigido por Wes Anderson. Escrito por Wes Anderson, Owen Wilson. Com Gene Hackman, Anjelica Huston, Ben Stiller, Gwyneth Paltrow, Luke Wilson, Owen Wilson, Bill Murray, Danny Glover, Seymour Cassel. IMDB.