Pa-dak pa-dak

Padak, primeiro trabalho do diretor Lee Dae Hee, não cria uma história muito envolvente, mas possui um arco que chega a ser angustiante e libertador. Basicamente acompanhamos as tentativas frustradas de uma cavala (uma espécie de peixe) em tentar escapar de um aquário de um restaurante de frutos do mar. Há muito diálogo e pouca ação. Quando há ação, a animação peca por recorrer aos mesmos movimentos vistos.

Talvez pelo aspecto técnico não chegar de fato a competir com os grandes estúdios, a fixação do diretor em animar sempre as cenas não corresponde aos seus esforços. Uma melhor forma de investir sua criatividade seria com o uso de cores e ritmo, estes sim com um potencial relevante. Dessa forma, chega a ser irritante o modo com que a câmera gira 90 graus a cada momento, um artifício repetido à exaustão, e empolgante as mudanças mais radicais de ângulo, como a que alterna a visão dos peixes e dos humanos, com a largura do quadro correspondendo a dois mundos tão distintos.

No entanto, há algumas virtudes interessantes, que poderiam talvez existir apenas em produções independentes como essa. A crueldade com que os peixes são vistos, sendo decepados pelo funcionário do restaurante e o prazer dos clientes em degustar os pedaços de um peixe ainda com espasmos, ou o modo claustrofóbico com que os peixes se aninham em fila para olharem para o seu chefe, uma arraia com uma história traumática no passado e que hoje se esconde debaixo de uma tampa.

Há números musicais, e são inspirados. A animação criada para eles é criativa, mas não consegue realizar uma transição do “mundo real” sem quebrar o seu ritmo. Se sai melhor os inúmeros flashbacks, que apesar de confundir presente e passado, passam uma imagem vívida da mente dos personagens, em especial uma cena envolvendo uma criatura à espera de sua morte.

O uso competente de uma “pista e recompensa” especial e o ritmo milimétrico da última cena consegue criar o clima angustiante no último momento, que faz quase valer os rodeios que a história passou até então.

★★☆☆☆ Wanderley Caloni, 2012-10-23. Pa-dak pa-dak. Pa-dak pa-dak (South Korea, 2012). Dirigido por Dae-hee Lee. imdb