Longa Jornada Noite Adentro

Apr 30, 2019 1 min.

E quando menos esperamos estamos diante de um plano-sequência magistral, tecnicamente desafiador em vários momentos, que faz lembrar a cena do estádio de futebol em O Segredo dos Seus Olhos, mas que por ser um sonho remete mais claramente a Arca Russa. Porém, nenhum deles foi filmado em 3D. E é aí que está a supresinha do final. Bravo, Gan Bi. Eis um bom divertimento. Este é um filme de sensações, ainda que baratas, já que os anseios do protagonista nunca nos parecem valiosos a ponto de nos preocuparmos com eles no decorrer do filme.

Requiém Para Um Sonho

Apr 29, 2019 4 min.

Eu nunca me decepciono (pelo menos por enquanto) com Darren Aronofsky. Em “Réquiem Para Um Sonho” há essa forte mensagem anti-drogas, realizada com propriedade, com uma textura pesada e indossociável da própria natureza de um ser humano que não se valoriza. É um filme depressivo, mas que ao mesmo tempo nos faz refletir sobre nossos próprios vícios no dia-a-dia. E se você acha que é apenas contra drogas ilegais, pense de novo e responda a si mesmo: o que você faz para fugir da sua realidade?

Família Rodante

Apr 29, 2019 3 min.

Pablo Trapero nos entrega a experiência completa do que era uma família no tempo de nossos pais/avós. (Era, porque a família foi destroçada pelos marxistas culturais.) Todos os elementos estão no filme. As fotos inapropriadas que servirão para os mais velhos alimentarem suas memórias. O amor juvenil entre primos e as traições, que fazem rima com as declarações de amor eterno dos noivos. A matriarca e suas opiniões antiquadas, que soam familiares e por isso não conseguimos simplesmente dizer que ela está errada.

Corra, Lola, Corra

Apr 27, 2019 3 min.

Esse filme é o prêmio que todo cinéfilo espera depois de assistir a vários filmes medíocres que seguem a mesma fórmula. “Corra, Lola, Corra” não é um deles. Ele quebra barreiras linguísticas (sobre a linguagem do cinema). Ele explora a mescla entre realismo e fantasia. Ele permite que o espectador acompanhe três versões de roteiro e as compare. E ele tem uma das trilhas sonoras mais perfeitas do cinema. A heroína é Lola (Franka Potente), que se veste como personagem de vídeo game e com seu cabelo vermelho a destaca do mundo que a cerca.

I Think You Should Leave With Tim Robinson

Apr 27, 2019 1 min.

Essa é mais uma das séries de comédia da Netflix que começa com suas melhores piadas no piloto e vai piorando. Ela tem uma pegada Monty Python de experimentação misturado com os canais da tv interdimensão de Rick & Morty, mas não consegue dar o salto final para o abismo. São quadros até que bem bolados, mas quase nenhum deles sabe bem quando parar. Algumas cedo demais, muitas tarde demais.

Special Primeira Temporada

Apr 26, 2019 2 min.

Tenho algo a confessar: o piloto de Special mentiu para mim. Pensei que seria uma série de humor negro onde alguém com paralisia cerebral seria atropelado constantemente por um carro. Mas não é. Está mais para um programa preenchendo cota para deficientes. E deficiente no caso físico, emocional e mental. Nunca é explicado na série o que é realmente um paralítico cerebral, mas a conclusão que chegamos no final é que se trata de uma pessoa que não consegue fazer algumas coisas como amarrar sapatos e embaralhar cartas, mas outras sim, como usar o celular e o computador.

Mademoiselle Paradis

Apr 26, 2019 1 min.

Este é um filme sobre como pessoas vistas como inferiores (em sua maioria mulheres, aleijados e criados) são tratadas como objetos, das mais diferentes formas. Se é uma serviçal assediada, é apenas um incômodo que ela tenha engravidado. Se uma criança demente sofre um acidente fatal, talvez fosse melhor assim em vez de viver uma vida miserável. Infelizmente a história conduzida pela diretora austríaca Barbara Albert prefere descrever a História de maneira burocrática, apenas pincelando alguns comentários sociais aqui e ali, bem sutilmente.

Special

Apr 24, 2019 1 min.

Ryan O’Connel criou e é o astro de sua própria série. Ele tem paralisia cerebral, é gay (pelo menos na série) e não tem vergonha de sair do armário. Por ser gay. Já por ser aleijado… Esta é uma série de humor negro, e apenas por isso eu a recomendo. Mas há mais coisas. Ele vai trabalhar em uma revista de millenials. Tem um cara usando suspensórios. A estrela do lugar é uma gorda porque ela vive escrevendo artigos sobre o orgulho de ser gorda.

Bonding

Apr 24, 2019 2 min.

Bonding, ou Amizade Dolorida (como está na Netflix Brasil), é uma série curtinha, que quase pode ser um filme, se tivesse a ousadia de implementar um closure no final de sua temporada. Mas não importa: é um conteúdo solto. Livre, leve e solto. Ele trata de traumas de adolescência, sexo e fetichismo de maneira a abraçar o mundo. E é um abraço gostoso e engraçado. É mais ou menos essa a impressão dessa série que possui um elenco afiado para sua história, que envolve a amizade entre um gay/bi e uma garota atormentada pelos rapazes do colégio.

Atentado ao Hotel Taj Mahal

Apr 24, 2019 1 min.

Muitas pessoas morrem nesse filme. Pessoas que você não veria morrendo em filmes mais formulaicos do mesmo gênero. Essa é uma surpresa e ao mesmo tempo um aviso: este não é um filme sobre os heróis daquele dia que sobreviveram, mas sobre todos os envolvidos, os que mataram e morreram. A mensagem que se pode extrair de “Atentado…” não é algo simples e fechado, o que é algo positivo para um filme que parece banalizar a violência.