Para o Que Der e Vier

Jul 28, 2018

Aparentemente este é um filme sessão da tarde, mas ele tem personagens que são cativantes de acompanhar, seja por eles serem vividos por atores cujas personas já conhecemos ou pelos seus conflitos e desafios serem tão comuns quanto… banais.

Cada um tem o que pensar nesse filme dirigido e escrito por Matthew Weiner, um escritor para TV (Família Soprano, Mad Men). O personagem de Owen Wilson tem um emprego como homem do tempo em sua cidade local e vive de arrumar rolos com mulheres. Ele não sabe o que quer da vida, e gasta boa parte do seu tempo fumando uns baseados com seu amigo interpretado por Zack Galifianakis, que está escrevendo um livro sobre as mazelas do mundo de comida envenenada e a violência contra os animais em um caderno amassado. Quando o pai morre e deixa quase tudo para ele (e não para a irmã, Amy Poehler) para ele deixar se ser “porra louca” isso é motivo o suficiente para ele ficar louco de vez e deixar todos em sua volta preocupados, incluindo sua jovem, linda e perfeita madastra (a linda e perfeita Melissa Rauch, que para muitos vai passar batido, como eu, mas se trata da estranha mas voluptuosa Bernadette da série The Big Bang Theory).

A dinâmica do filme é questionar os valores e ações de todos envolvidos, onde todos buscam se encaixar, o que já seria combustível para uma boa comédia, mas vira apenas apelo a auto-piedade e um drama existencialista embutido em um filme indie (em sua clássica fórmula de família disfuncional) adaptado para não cair no mais do mesmo.

O bom do filme são as falas, e todos têm oportunidade para dizer ótimas falas. Não me lembro exatamente de nenhuma agora porque elas não estão inseridas em uma história de primeira onde elas busquem um maior sentido, com personagens melhor construídos, com mais profundidade. Mas quem liga? Às vezes me sinto apenas folheando um livro barato de auto ajuda na loja, me inspirando um pouco com perguntas ou respostas sobre o que fazer quando não se tem nenhum problema sério na vida.

Infelizmente as falas nunca escondem o fato que a estrutura do filme é confusa. Em determinado momento vemos Owen Wilson com problemas com seu cartão de crédito, em vários encontros com mulheres diferentes. Em outro momento ele está na cama com a âncora do telejornal, mesmo tendo se apaixonado pela madastra do amigo. Ao mesmo tempo, Galifianakis faz o revoltadinho clássico (e problemático, uma marca do autor) que faz as pazes com o falecido pai enquanto vai se acostumando em como é ser “funcional” (o que inclui voltar a comer carne).

“Para o Que Der e Vier” se vende como muitas coisas mas é superficial demais em todas elas. Nunca passa de uma folheada inspirada na sessão de auto ajuda de uma livraria. Boas risadas, mas nem lembro mais em quais livros eu dei uma olhada. Procure pelas capas menos vistosas.

Imagens e créditos no IMDB.
Wanderley Caloni, 2018-07-28. Are You Here. EUA, 2013. Escrito e dirigido por Matthew Weiner. Com Owen Wilson, Zach Galifianakis, Amy Poehler.