Peles

2017/04/21

Um filme necessário para os negadores da estética objetiva. Aqueles que dizem que “não existe feio” ou que tudo é subjetivo. Porém, este é um filme pesadíssimo, onde uma moça tem sua parte traseira na cara, uma menina sem olhos é mantida em cativeiro e dois deformados se amam e fazem sexo. As cenas são tão pesadas que colorir toda aquela realidade de rosa e roxo parece inevitável. Pelo menos tenta disfarçar a miséria da vida e a miséria que somos como humanidade.

As diferentes histórias que lidam com aceitação se entrecruzam de uma maneira elegante e apenas onde precisam. Aqui há uma ode a todo tipo de gênero e espécie, e mesmo que um garoto queira retirar suas pernas e virar uma sereia, a vilã é sua mãe que o criou sozinho. Não tenho certeza se tudo isso não é uma crítica à nossa sociedade do politicamente correto e da – deus nos livre – tolerância indiscriminada. O absurdo das situações parecem tornar essa teoria cada vez mais plausível em um filme que não tem medo do grosseiro, desde que seja usado para refletirmos.

Só há dor e sofrimento em Peles, mas ela é necessária para que os temas pesados que são abordados sejam realmente sentidos do ponto de vista de pessoas normais e saudáveis. O que não quer dizer que os personagens que sofrem no filme sejam dignos de pena, mas é o que o filme parece querer dizer, já que essa é a única forma de nos relacionarmos com seus dramas. E uma história que poderia servir para mostrar a riqueza dos diferentes a usa para mostrar como essas pobres criaturas são dignas de pena.

★★★★☆ Pieles. Spain, 2017. Direction: Eduardo Casanova. Script: Eduardo Casanova. Cast: Macarena Gómez (Laura). Jon Kortajarena (Guille). Carolina Bang (Psiquiatra). Ana Polvorosa (Samantha). Candela Peña (Ana). Carmen Machi (Claudia). Secun de la Rosa (Ernesto). Eloi Costa (Cristian). Joaquín Climent (Alexis). Edition: Juanfer Andrés. Cinematography: José Antonio Muñoz Molina. José Antonio Muñoz Molina. Soundtrack: Ángel Ramos. Runtime: 77. Ratio: 2.35 : 1. Gender: Drama. Category: movies Tags: netflix

Share on: Facebook | Twitter | Google