Rango

Feb 19, 2018

Imagens

(Du)Rango para crianças (Kid) já nasce clássico. Aliás, ele venera praticamente todo e qualquer clássico velho oeste que gastou mais de um milhão para ser produzido (ou até alguns meio baratinhos). Com uma direção de arte detalhista e uma direção geral fascinada pelo Cinema, este é um trabalho visualmente impecável e artisticamente inesquecível.

Hans Zimmer deve ter ficado enlouquecido ao saber que poderia fazer uma trilha sonora inspirada nos clássicos de faroeste como Era uma Vez no Oeste, Três Homens em Conflito, O Estranho sem Nome e tantos outros.

Ângulos que praticamente copiam muitos enquadramentos em clássicos de Sergio Leone, mas que ao mesmo tempo reaproveitam para contar uma história diferente, Rango é verde, enquanto todos os outros lembram a poeira e sujeira, pela cor e movimentos, além de caretas. Os mamíferos são as criaturas inteligentes dessa alegoria animalesca, e as aves são os bichos domesticados que correm, voam e cantam! Há um quarteto mexicano excepcional por trás das músicas que ouviremos sobre este épico que está sendo criado em tempo real.

As referências são tantas, e funcionam tão bem, que para ter uma ideia, até A Marcha das Valquírias funciona seguida de Danúbio Azul. Claro que o roteiro tem um elemento ou outro jogado para criar estes momentos, mas é facinho de perdoá-los se você assistir este filme em tela grandona com um som levemente acima do permitido. Vai sair do seu sofá cantarolando Rango sem nem perceber.

Wanderley Caloni, 2018-02-19. Rango. Rango (USA, 2011). Dirigido por Gore Verbinski. Escrito por John Logan, John Logan, Gore Verbinski, James Ward Byrkit. Com Johnny Depp, Isla Fisher, Abigail Breslin, Ned Beatty, Alfred Molina, Bill Nighy, Stephen Root, Harry Dean Stanton, Timothy Olyphant. IMDB.