Regular Show

Regular Show consegue contar seus episódios em apenas dez minutos. Isso em uma história quase sempre dotada de uma criatividade sem limites onde figuras impossíveis surgem para finalizar as piadas com o toque final do absurdo necessário para finalizar histórias como essa. Confuso, mas é sempre assim.

Parece ser comum hoje em dia as animações preferirem vender para a TV vinte ou até mais minutos de uma experiência inchada. O público não se importa, e várias produções parecem se sentir merecedoras de ocupar nossos minutos raros dedicados ao entretenimento com repetições baratas de músicas e enredos. No caso do Regular Show, eles simplesmente parecem querer evitar a antipatia que se ganha depois de executar o mesmo roteiro dezenas (ou centenas) de vezes.

Criado por J.G. Quintel (que dubla Mordecai) a série narra as aventuras de dois amigos inseparáveis: Mordecai, um pássaro azul, e Rigby, um guaxinim. Rigby quase sempre se mete em confusões que não apenas Mordecai acaba participando, mas todos seus outros amigos e colegas que trabalham em um parque. Não há limites para os problemas (e as soluções) que eles se metem, e geralmente estão intimamente relacionados com a teimosia e o orgulho do pequeno guaxinim.

Fora os roteiros criativos e as sequências enxutas (eu falei que cada episódio tem dez minutos?) quem rouba a cena é a dublagem de William Salyers como Rigby, que a cada nova história parece criar nuances diferentes de seu exaltado alterego animal.

E tudo isso em apenas dez minutos.

★★★☆☆ Wanderley Caloni, 2015-07-28 imdb