Scarface

Scarface é um clássico instantâneo, desses que nasce um dia e já gera uma multidão de fãs. O mais novo seriado de sucesso, Breaking Bad, faz praticamente uma apologia ao filme de Brian de Palma. Porém, diferente de Walter White, Tony Montana já se mostra um bicho ruim desde a primeira cena, interrogado e acuado por americanos que precisam verificar quais dentro os milhares de cubanos que chegaram ao “país da liberdade” são criminosos. Tony se denomina um preso político, e fala horrores do regime e da figura de Fidel Castro. Sua revolta contra o comunismo encontrará uma rima poética em suas reclamações contra os capitalistas ambiciosos depois de um arco de quase três horas de duração ter se fechado.

Aqui nós temos um trabalho certeiro tanto do diretor dOs Intocáveis quanto do roteirista Oliver Stone (Platoon). Esses caras fizeram parte de uma geração de gênios cineastas que construíram obras de referência que servem hoje para pavimentar o caminho. Al Pacino era o mestre da atuação, e seu Tony Montana em nada se assemelha a outro mafioso famoso no Cinema, Michael Corleone (O Poderoso Chefão, Coppola, 1972). O movimento do seu corpo, seu sotaque levemente arrastado, e, principalmente, seu jeito de se colocar à frente de tudo e de todos, é o que materializa a figura trágica do anti-herói odiável e ao mesmo tempo admirável do ponto de vista narrativo. O sujeito é um canalha da pior estirpe, mas continua no imaginário como um bad guy de respeito, um cara “que tem bolas”.

O excesso é o que permeia Scarface e o diferencia dos outros filmes de máfia. Nesse sentido, a direção de arte é fabulosa ao criar o refúgio do criminoso em um escritório marcado por vermelho e preto e peças antiquadas, mas grandiosas. De Palma está recriando o filme original da década de 30 — que não assisti — e por isso faz uma homenagem aos diretores. Um bom filme de ação que permanece por décadas, e hoje é ainda mais relevante, perto dos filmes feitos para adultos infantilizados que gostam de ação sem suas consequências.

★★★★★ Wanderley Caloni, 2014-05-10 imdb