Silk

Esse drama-romance se passa no século 19, onde viajar pelo mundo não era agradável, nem rápido, nem seguro. A forma com são retratadas as longas viagens que o protagonista (Michael Pitt) faz em busca de ovos do bicho-da-seda pela África e, principalmente, pelo Japão, são o ponto forte da trama.

No entanto, o romance proibido com uma oriental faz a experiência definhar em parábolas intermináveis sobre a relação com a esposa e suas frustradas tentativas de terem um filho. É Keyra Knightley quem faz a esposa, onde sua beleza facial e estrutura corpórea, acredito, faça jus à rima de sua rival do outro lado do mundo, vivido pela igualmente bela Sei Ashina.

A lentidão com que as mudanças do longa vão ocorrendo, além de sua trilha sonora batida e repetitiva, desafia nossa paciência. Uma beleza de cenários belamente fotografados, é verdade, mas em torno de uma narrativa enfadonha e vazia de significados.

★★☆☆☆ Wanderley Caloni, 2014-01-18 imdb