Singularidades de uma Rapariga Loura

Wanderley Caloni, May 29, 2011

O filme 9 - A Salvação se baseia em um curta anteriormente produzido. O resultado é que temos uma história curta o suficiente para ser contada em 10 minutos ser expandida em tediosos 79 minutos.

O que se aprende nesse filme é que não se deve estender uma história, a não ser que se saiba o que se está fazendo. Infelizmente, Manoel de Oliveira nos apresenta um filme completamente diferente com a mesma peculiaridade: parece mais longo do que deveria.

O que acontece é que, para gastar o tempo, a montagem ocupa um tempo que é gasto em imagens paradas (como o horizonte da cidade onde os personagens vivem, por mais de cinco vezes mostrado em amplos segundos), mas, mesmo que isso significasse alguma coisa na narrativa, como demarcar a passagem do tempo, isso não ocorre. Avesso ao extremo, a própria passagem do tempo, quando necessária, ou se traduz em meras palavras da boca do protagonista ou quase não se percebe, de forma que não é um item com que, aparentemente, a narrativa se preocupe.

Ainda assim, se apenas isso significasse algo mais na surpresa final do “conto de 90 minutos”, valeria a pena. Infelizmente, o conto de Eça ainda parece ser uma melhor pedida.

Imagens e créditos no IMDB.
Singularidades de uma Rapariga Loura ● Singularidades de uma Rapariga Loura. Singularidades de uma Rapariga Loura (Portugal, 2009). Dirigido por Manoel de Oliveira. Escrito por Eça de Queirós, Manoel de Oliveira, Manoel de Oliveira. Com Ricardo Trêpa, Catarina Wallenstein, Diogo Dória, Júlia Buisel, Leonor Silveira, Luís Miguel Cintra, Glória de Matos, Filipe Vargas, Rogério Samora. ● Nota: 2/5. Categoria: movies. Publicado em 2011-05-29. Texto escrito por Wanderley Caloni.


Quer comentar?