Tag: Paulocoelho

The Pleasure Garden

Dec 9, 2016 2 min.

Alfred Hitchcock começou sua carreira no cinema como desenhista de intertítulos, os letreiros de falas que aparecem quando um personagem diz algo importante nos filmes mudos. Este é seu primeiro filme longo na direção depois que as pessoas o notaram em seu curta-metragem Always Tell Your Wife. E para surpresa dos que dizem que este é o século das adaptações, a história do filme foi baseado em um romance. Se trata, aliás, de uma história típica de novela ou romances esparsos.

Kubo e as Cordas Mágicas

Dec 3, 2016 3 min.

Kubo é uma animação em stop motion que usa um monte de elementos computacionais para tornar tudo muito mais fluido, mágico e… não-stop motion. Porém, ao mesmo tempo, ele se aproveita da técnica para tornar tudo muito mais real. Ele conta uma história oriental com o herói sendo uma criança, mas não são exatamente coisas de criança que ocorrem com ele. A maior virtude do filme talvez seja sua não-infantilização de um filme que entende que crianças podem aguentar discussões que envolvam a morte, e não há nada de errado em um garoto não ter seu olho esquerdo.

Como Ser Solteira

Nov 17, 2016 3 min.

É cada vez melhor a surpresa com relação a comédias românticas (ou apenas comédias) protagonizadas por mulheres. O universo feminino independente do masculino estava escondido por gerações, mas hoje, no formato de uma sociedade que cada vez mais reconhece o direito da mulher de se divertir tanto quanto os homens, está a cada dia causando no Cinema resultados positivos, da mesma forma com que o universo masculino muitas vezes é representado (vide o último filme de Richard Linklater, “Jovens, Loucos e Mais Rebeldes”) sem ressalvas pelo machismo e a quem isso possa doer.

Nerve: Um Jogo Sem Regras

Nov 17, 2016 3 min.

Black Mirror é uma série que realiza com sucesso uma crítica à tecnologia atual e em um futuro próximo (e talvez distópico). E ela faz isso em episódios de uma hora, que de acordo com alguns espectadores da Netflix, é “tempo demais para contar uma história tão simples”. Pois bem. Nerve vem à tona como uma versão para jovens em um longa metragem que tem tempo demais de tela para uma história boba e imprevisível porque, no fundo, ninguém se importa com o destino de seus rasos personagens.

Angel Beats!

Nov 4, 2016 5 min.

“Não fazer sentido é com a gente!”, repete a heroína Ryuko Matoi nos capítulos finais do anime “Kill La Kill”, uma série ousada e inteligente, mas que acaba em seus capítulos finais descanbando para o clichê de lutas sem fim. Mesmo assim… pobre Ryuko; mal sabia ela que seria ultrapassada de longe por “Angel Beats!”, um trabalho digno de colegiais sem ter o que fazer na hora do recreio, e que une diferentes conceitos em prol da diversão interna desses alunos, pois qualquer tentativa de entender a lógica interna desse universo cairá por terra.

South Park - Vigésima Temporada, Episódios 1 a 4

Oct 15, 2016 3 min.

A vigésima temporada de South Park começa em um tom dramático que esconde o humor ainda mais dentro do absurdo de suas situações. Não deixa de ser poderosa sua mensagem, mas ele está se tornando, desde a temporada anterior, um longa-metragem anual de três horas e pouco. Isso é bom ou ruim? Talvez seja necessário esperar o fechamento do arco deste ano para termos certeza. O que a série criada por Trey Parker, Matt Stone e Brian Graden parece nunca temer é ousar além dos caminhos de seus semelhantes (Simpsons, e Family Guy, isso é sobre vocês).

Caça-Fantasmas

Oct 12, 2016 2 min.

Os caça-fantasmas continua sendo uma ótima ideia em seu remake, protagonizado agora pelas meninas. Elas são espontâneas e fazem funcionar muitas das cenas do roteiro capenga escrita a várias mãos, com diálogos e piadas engraçadinhas. Os efeitos visuais atraem, mas não tanto quanto o conceito. E esse… continua tão novo como se tivesse sido lançado esse ano. Porém, não é à toa que o elenco funciona. Kristen Wiig (Missão Madrinha de Casamento) e Melissa McCarthy são duas revelações na comédia dessa década.

Jovens, Loucos e Rebeldes

Sep 9, 2016 2 min.

Este é o filme de uma geração de Richard Linklater (Trilogia do Antes, Boyhood), um de seus primeiros, de 1993. Ele conta com um elenco de desconhecidos, onde alguns irá começar a ser mais conhecido. Ele conta uma história simples, que evoca o naturalismo, mas que contém tensão o suficiente para entreter. E ele contém o mais importante: a empatia do público que sabe como é ser jovem, como é experimentar coisas novas e sabe como é estar naquele momento mágico, vivenciando tudo isso, tendo toda a vida pela frente.

200 Grandes Diretores

Sep 5, 2016 37 min.

Pessoas geralmente gostam de se divertir vendo filmes com seus atores favoritos. Geralmente são os que conseguem trazer o riso, a lágrima e performances que conseguem fazê-los se esquecer por um momento da vida real e viver um sonho que é um filme. No entanto, poucos estão habituados à ideia de que o roteirista e o diretor são em grande parte responsáveis pelos efeitos que o elenco consegue reproduzir. Muitos são fãs de um filme X e gostariam de assistir filmes semelhantes, seja pela temática ou pela sensação que o filme traz.

Street Fighter: Assassin's Fist

Oct 5, 2014 3 min.

Minha impressão é que fãs de qualquer coisa avaliam uma adaptação cinematográfica pela proximidade com o material original. Porém, assim como o espectador médio do Cinema, suas prioridades sempre ficam entre a historinha, os atores e a identificação visual, e quase nunca com o “espírito” da obra original. Não sei se assisti à primeira temporada de Street Fighter: Assassin’s Fist com atenção o suficiente para discorrer a respeito da série, mas tenho certeza que uma possível comparação que eu fizesse com o jogo em que ele é baseado seria inútil.