Tag: Xmen

Logan

Mar 5, 2017 5 min.

O diretor e roteirista James Mangold apresenta um fechamento de personagem que soa estranho aos fãs da Marvel mais coloridos e menos afoitos com a dura realidade da vida: pessoas morrem nesses filmes. Logan é o filme que nunca foi filmado sobre os X-Men, talvez pela falta de oportunidade de transformar o bonito discurso em defesa dos gays para um discurso não-tão-bonito em defesa dos imigrantes. Hoje Trump é o presidente da nação mais poderosa do planeta e há na cabeça atônita dos liberais americanos tons alegóricos políticos pálidos o suficiente para tratar dessa questão.

X-Men: Apocalipse

Jun 27, 2016 4 min.

O clássico problema da ótima direção não salvar um roteiro ruim. E, neste caso, o roteiro consegue construir a história mais fraca desde que “X-Men: O Filme” (do mesmo Bryan Singer, em 2000) deu à luz à série. O nível de mega-catástrofes nesses filmes vem crescendo vertiginosamente, o que acaba por tornar os cenários os reais inimigos dos heróis. Utilizando “matte paintings” rebuscados, mas cada vez mais plásticos e carentes de criatividade, o pelotão de artistas digitais aumenta cada vez mais nos créditos finais.

X-Men Dias de um Futuro Esquecido

May 26, 2014 4 min.

A franquia X-Men parece ter chegado a algum tipo de saturação nesse “Dias de um Futuro Esquecido” onde o diretor Bryan Singer, que estreou a série e sua continuação, parece recontar momentos históricos da luta entre humanos e mutantes quando, mais uma vez, mutantes pacíficos e mutantes violentos se reúnem. De qualquer forma, convenhamos: seria muito difícil que o roteiro de Simon Kinberg superasse a complexidade do drama entre dois amigos de “X-Men: First Class” — sejam eles Xavier e Raven/Mística ou Xavier e Eric/Magneto — ou até da catarse apocalíptica de “O Confronto Final”.

X-Men Primeira Classe

Jun 7, 2011 6 min.

Quando se fala de X-Men no cinema é sempre bom relembrar que uma ficção científica, assim como qualquer filme, é um documentário da época em que foi filmado. No caso do gênero Sci-Fi, as liberdades são significativamente maiores, e por isso mesmo permitem alegorias/caracterizações que nos levam a viajar para outro universo e debater temas tão presentes no mundo de hoje quanto o preconceito e a intolerância. Indo a fundo nessa premissa, a intolerância da sociedade é o que une todos os mutantes do filme, que se consideram iguais por estarem na mesma posição de terem que lidar com esse preconceito.