Toy Story 2

Wanderley Caloni, June 25, 2010

Dessa vez o drama entra no universo dos brinquedos de coleção, aqueles que nunca saem da caixa e são peça de negociação, além de uma visita inesperada e divertida por uma loja de brinquedos fechada. Contando com uma trilha de ação envolvente por se unir de forma praticamente orgânica com as tomadas em que vemos os brinquedos atravessando uma rua cheia de carros, nossa atenção é roubada na primeira metade do filme com uma fluidez que se compara ao primeiro filme inteiro. No entanto, os diálogos finais tornam a segunda metade uma espécie de anticlímax da primeira, não tanto por ter se perdido no meio do caminho, mas pela comparação com a animada primeira parte.

Com piadas que tentam fazer alguma homenagem a grandes ícones do cinema (como 2001, Jurassic Park e até mesmo a frase mais famosa da série Star Wars), vemos um roteiro um pouco mais maduro, que tenta enfrentar questões que serão abordadas de maneira ainda mais madura no fechamento da trilogia, como a questão inicial se o importante é satisfazer a infância de uma criança e ser seu melhor amigo até que inevitavelmente ela deixe de brincar e o jogue no canto, ou a tentadora possibilidade de existir para sempre em uma redoma de museu, observada por crianças do mundo inteiro, eternizado.

De forma inteligente, o filme aborda isso mostrando a Woody que ele era parte de algo maior, uma coleção de brinquedos com temas variados que dariam inveja a George Lucas, com ioiôs, desenho animado com bonecos animados, solta-bolhas, e tantos outros souvenires da mania que era o protagonista.

Imagens e créditos no IMDB.
Toy Story 2 ● Toy Story 2. Toy Story 2 (USA, 1999). Dirigido por John Lasseter, Ash Brannon, Lee Unkrich. Escrito por John Lasseter, Pete Docter, Ash Brannon, Andrew Stanton, Andrew Stanton, Rita Hsiao, Doug Chamberlin, Chris Webb. Com Tom Hanks, Tim Allen, Joan Cusack, Kelsey Grammer, Don Rickles, Jim Varney, Wallace Shawn, John Ratzenberger, Annie Potts. ● Nota: 4/5. Categoria: movies. Publicado em 2010-06-25. Texto escrito por Wanderley Caloni.


Quer comentar?