Uma Longa Queda

Jan 11, 2015

Imagens

Não é muito educado tratar suicídios de forma banal. Reunir quatro suicidas na mesma noite de ano-novo no terraço de um prédio prestes a se matar é menos ainda. No entanto, esse é um filme britânico, e está aberto ao senso de humor peculiarmente britânico (apesar do diretor Pascal Chaumeil ser francês essa é uma produção BBC). Apesar de poucas explicações, em menos de 10 minutos de filme um quarteto inesperado de suicidas vira o núcleo central dessa história que tenta dividir atenções entre seus quatro protagonistas através do velho recurso de narração em off. Além disso, divide o filme em quatro subtítulos com o nome dos personagens. Mesmo assim, quer inventar de reunir o grupo de maneira mais “intensa”, como se esse momento não tivesse sido a hora que todos escolheram para dizer adeus a esse mundo. É artificial, bobo e, felizmente, despretensioso.

Dos atores, o única realmente aproveitada e que faz do seu personagem algo mais do que um repositório de diálogos monótonos é Toni Collette (Pequena Miss Sunshine), que faz a mãe que cuida do filho enclausurado por sua doença, mas que consegue se desvencilhar de alguns clichês de maneira surpreendente. Aaron Paul, depois de Breaking Bad, é quase um artigo de luxo. Imogen Poots (que também trabalha com Paul em Need for Speed) chega a rivalizar com Pierce Brosnan para ver quem é mais irritante (e acho que ainda ganha). Por fim, escalar Rosamund Pike para apenas uma cena provavelmente vai virar uma curiosidade em 2014, depois de sua performance admirável em Garota Exemplar.

A direção de Pascal Chaumeil esbanja obviedades. Por um motivo mágico, o grupo sempre está se revendo e se reencontrando, e até mesmo o pai da menina vira motivo nada convincente de um encontro. Porém, talvez a culpa seja mesmo do roteiro de Jack Thorne, baseado no romance de Nick Hornby, que parece arranhar o tema de maneira tão fraca que é de se pensar se o problema não estaria no conteúdo original (não li o livro). Inventa uma viagem desproporcional ao encontro original para criar situações em que os quatro consigam fortalecer suas relações, mas exceto um ou dois momentos no filme inteiro nada parece aproximar um grupo tão heterogêneo, e nada faz sentido. Começando pelo “pacto”. Um combinado para garantir que ninguém morra até o dia dos namorados? Isso é apelação demais até para uma comédia romântica.

Wanderley Caloni, 2015-01-11. Uma Longa Queda. A Long Way Down (UK, 2014). Dirigido por Pascal Chaumeil. Escrito por Nick Hornby, Jack Thorne. Com Pierce Brosnan, Toni Collette, Imogen Poots, Aaron Paul, Zara White, Joe Cole, Evelyn Duah, Therese Bradley, Sam Neill. IMDB.