Variações de Casanova
Wanderley Caloni, 2017-04-11

John Malkovich, de Atrações Perigosas, é uma persona sedutora. Já foi usado em um filme onde todos desejavam sê-lo (com o título sugestivo de Quero Ser John Malkovich). Agora ele é uma mescla de versões do lendário Giacomo Casanova, o conquistador/aproveitador de mulheres que em um mundo cada vez mais politicamente correto vive seu merecido fim como um moribundo sem recursos, trancafiado e alvo de escárnio de desejáveis serviçais. O diretor e roteirista Michael Sturminger faz aqui uma tortura musical em forma de ópera, que estica uma história que mistura uma peça de teatro da atualidade com cenários da época, além de brincar de interação com a plateia e filmar tudo isso como um show de televisão. Há uma edição inspirada para manter tudo sob controle, mas a falta do que dizer exerce um poder maior do que a suposta beleza estética e metalinguística do que estaríamos presenciando.

Crítica completa na estreia do filme no CinemAqui.

★★★☆☆ Casanova Variations. France. 2014. Direção: Michael Sturminger. Roteiro: Michael Sturminger, Markus Schleinzer. Elenco: John Malkovich (Giacomo), Veronica Ferres (Elisa), Florian Boesch (Giacomo II), Miah Persson (Elisa II), Lola Naymark (Cecile), Kerstin Avemo (Leonilda), Tracy Ann Oberman (Jessica), Maria João Bastos (Lady Doctor), Kate Lindsey (Belline). Edição: Evi Romen. Fotografia: André Szankowski. Duração: 118. Biography. Estreia no Brasil: 13 April 2017. #cabine