VIPs

Quando vemos Wagner Moura descendo de helicóptero em uma festa de bacanas e logo em seguida em uma sala de aula imitando seu colega de classe temos em pouquíssimos minutos a exposição de todo o arco dramático de seu personagem. Essa economia ao contar a história de Marcelo permite que o espectador preste atenção a outros detalhes de sua vida, como sua relação com o “pai” ou sua busca por se tornar alguém diferente.

Aliás, depois de entendermos sua fascinação por aviões - algo que Moura faz questão de ressaltar com uma expressão infantil de deslumbramento - os caminhos trilhados pelo personagem fazem todo o sentido, e é dessa forma que, mesmo que com um destino muitas vezes imprevisível conseguimos antever suas ações. Porém, diferente dessas, as consequências das decisões de Marcelo sempre me escapa, e é por isso que momentos onde o personagem está pilotando um avião ou toda a sequência do camarote são extremamente tensos.

Por fim, Carrera é um nome absurdamente ideal para um personagem ambíguo que oscila entre o crime e a fama. E se prestarmos mais atenção à parábola do peixe em dado momento do filme apreciaremos com mais intensidade o drama de uma pessoa fadada ao seu destino, não medindo esforços para provocá-lo.

★★★★★ Wanderley Caloni, 2013-03-04 imdb