Warriors Os Selvagens da Noite

Aug 2, 2013

Imagens

Filmado claramente como um filme de batalhas do Império Romano — a la Spartacus, Ben-Hur e tantos outros — nossa visão é forçada a enxergar aquelas gangues de rua como exércitos a defender seu território, o que é fascinante por si só, pois embute em nossa mente o mesmo perigo de morte que exércitos “tradicionais” teriam em zona inimiga.

O uso de diálogos que remetem a esse universo (como aquele sobre diplomacia) e os ângulos que engrandecem seus personagens, cujos atores parecem ter sido escolhidos a dedo pelo seu físico e feições de rosto que facilitam sua identificação (o líder, o valente, o fraco, o estratégico, o bobão). Até personagens menores, como um policial, possui um rosto que remete tanto à sua brutalidade quanto à sua falta de arbítrio, se comportando como um homem a serviço da lei e que não pensa suas ações. Porém, tudo isso é construído através da lógica visual dos atores, e é a grande vantagem do Cinema comparado com o Teatro, vantagem essa defendida por teóricos (lá no nascimento da sétima arte; não é só a atuação que conta, mas o tipo físico que cria a persona. A trilha sonora, ou escolha de músicas, é um trabalho à parte, preocupada com o ritmo de cada cena, o que remete ao trabalho conjunto de uma montagem que consegue acelerar e desacelerar de forma extremamente elegante.

Mas repare que não é um filme de interpretações, embora os rostos, as expressões e até o tom de voz colabora com a criação de personas quase estereotipadas, mas que em conjunto funcionam, que é o que importa. Até o despretensioso vilão, sinônimo do mal encarnado, se torna um ícone e protagoniza a cena que imortalizou o filme no mundo pop e cinematográfico(“Warriors, come out to play” é usado ad infinitum por inúmeros filmes, até Strippers Zumbi).

E mesmo com tantos estereótipos e o mergulho no épico a questão social daqueles meninos (e menina) é levantada de forma orgânica e que nos faz questionar, como os próprios garotos fazem, se o destino final deles vale tanto à pena.

Wanderley Caloni, 2013-08-02. Warriors Os Selvagens da Noite. The Warriors (USA, 1979). Dirigido por Walter Hill. Escrito por Sol Yurick, David Shaber, Walter Hill. Com Michael Beck, James Remar, Dorsey Wright, Brian Tyler, David Harris, Tom McKitterick, Marcelino Sánchez, Terry Michos, Deborah Van Valkenburgh. IMDB.