Warriors Os Selvagens da Noite

Filmado claramente como um filme de batalhas do Império Romano — a la Spartacus, Ben-Hur e tantos outros — nossa visão é forçada a enxergar aquelas gangues de rua como exércitos a defender seu território, o que é fascinante por si só, pois embute em nossa mente o mesmo perigo de morte que exércitos “tradicionais” teriam em zona inimiga.

O uso de diálogos que remetem a esse universo (como aquele sobre diplomacia) e os ângulos que engrandecem seus personagens, cujos atores parecem ter sido escolhidos a dedo pelo seu físico e feições de rosto que facilitam sua identificação (o líder, o valente, o fraco, o estratégico, o bobão). Até personagens menores, como um policial, possui um rosto que remete tanto à sua brutalidade quanto à sua falta de arbítrio, se comportando como um homem a serviço da lei e que não pensa suas ações. Porém, tudo isso é construído através da lógica visual dos atores, e é a grande vantagem do Cinema comparado com o Teatro, vantagem essa defendida por teóricos (lá no nascimento da sétima arte; não é só a atuação que conta, mas o tipo físico que cria a persona. A trilha sonora, ou escolha de músicas, é um trabalho à parte, preocupada com o ritmo de cada cena, o que remete ao trabalho conjunto de uma montagem que consegue acelerar e desacelerar de forma extremamente elegante.

Mas repare que não é um filme de interpretações, embora os rostos, as expressões e até o tom de voz colabora com a criação de personas quase estereotipadas, mas que em conjunto funcionam, que é o que importa. Até o despretensioso vilão, sinônimo do mal encarnado, se torna um ícone e protagoniza a cena que imortalizou o filme no mundo pop e cinematográfico(“Warriors, come out to play” é usado ad infinitum por inúmeros filmes, até Strippers Zumbi).

E mesmo com tantos estereótipos e o mergulho no épico a questão social daqueles meninos (e menina) é levantada de forma orgânica e que nos faz questionar, como os próprios garotos fazem, se o destino final deles vale tanto à pena.

★★★★★ Wanderley Caloni, 2013-08-02 imdb