Westworld S02 E07

Jul 29, 2018

Eis o melhor episódio até agora de toda a série. Ele possui a garra da ação contida em uma história cheia de ideias cujas conclusões não são entregues, mas discutidas, o que torna a desorientação espacial e temporal também no campo das ideias, mas mesmo sem termos a exata compreensão do que está acontecendo não nos perdemos. Isso é sci fi no seu máximo filosófico. Talvez nem 2001 tenha ido tão longe.

Mas é claro que uma obra de ficção possui suas justiças poéticas para servirem de catarse para o espectador, e com isso quero dizer exatamente a cena onde Maeve encontra o que esteve procurando a vida toda. No entanto, a série entende que a dor que a acompanha, desde seu momento de evolução instantânea, também é o que faz com que ela não consiga se separar da ficção de quem realmente ela é, tornando assim o seu clímax o momento mais trágico.

Conseguindo amarrar boa parte das pontas em apenas um episódio sem nenhuma pressa, mas também sem muito respiro, o sétimo episódio veio para chacoalhar nossas impressões das possibilidades da série, e ao mesmo tempo nos dar um pouco de closure (nem que seja o mínimo). Com isso temos mais uma vez a participação sempre especial de Dr. Ford, que acaba soando mais sensato que da última vez.

E por falar em Ford, é preciso citar o arco interessantíssimo do Homem de Preto, que começa a obedecer a narrativa mais que os próprios bonecos que acompanhou a vida inteira. Sua obsessão pelo jogo o tornou parte dele. Um “fim” não apenas adequado, mas icônico para o personagem.

Imagens e créditos no IMDB.
Wanderley Caloni, 2018-07-29. Westworld. Série criada por Jonathan Nolan e Lisa Joy. Dirigido e escrito por uma porrada de gente.