White Rabbit

Jan 4, 2016

Imagens

O que esse filme quer dizer? Que é assim que se forma um psicopata que mata jovens em uma escola? Ou que é assim que se salva uma das vítimas? Qual a lição apresentada por um filme que já revela seu desfecho nos primeiros 30 segundos?

A história em White Rabbit nunca consegue se tornar empolgante ou significar algo mais do que um jovem sensível com uma infância problemática, algo até que normal considerando os pais despreparados que ele tem. Quando atinge uma idade de nove anos, o pai vai a uma loja de armas e compra para ele e o irmão mais velho duas espingardas. Treinam numa área de tiros e vão caçar. O pai obriga o caçula a matar um coelho branco. Isso marca o menino para sempre. De que forma, não se sabe. Toda interação que vemos com seu melhor amigo ou sua namorada são inúteis para definir sua personalidade.

A única coisa que acontece em determinado momento é que todos em volta dele de repente se arrependem de suas vidas passadas e se entregam à religião. No entanto, o culto à morte já havia possuído a alma do jovem Harlon (Nick Krause) no formato de revistas cujos personagens ele conversa.

Um Donnie Darko menos fabuloso, um retrato incompleto da adolescência problemática de algumas crianças americanas, White Rabbit é um trabalho não-terminado, que não se conclui mesmo quando a última peça do tabuleiro é removida.

Wanderley Caloni, 2016-01-04. White Rabbit. White Rabbit (USA, 2013). Dirigido por Tim McCann. Escrito por Anthony Di Pietro, Anthony Di Pietro. Com Britt Robertson, Sam Trammell, Ryan Lee, Nick Krause, Dodie Brown, Kelcy Baker, Gabrielle N. Brown, Hayden Price, Cameron Feucht. IMDB.